Loading...
May 21, 2018 Last Updated 1:48 PM, May 18, 2018

Conselho de Segurança promove concorrida reunião em Itaguaí

À MESA o delegado Moysés; o ten-cel Brandão; o presidente do CCSPI, Andrade; e o capitão Orrico À MESA o delegado Moysés; o ten-cel Brandão; o presidente do CCSPI, Andrade; e o capitão Orrico FOTO CLEITON BEZERRA
Publicado em Polícia
Ler 447 vezes
Avalie este item
(1 Votar)

Temas como necessidade de reforço no policiamento e integração entre as polícias e a população marcaram encontro na Câmara de Dirigentes Lojistas de Itaguaí

ENCONTRO Nos últimos tempos, a preocupação com a garantia de maior segurança para a população de Itaguaí nunca esteve numericamente tão presente na reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Itaguaí (CCSPI), quanto na edição realizada na segunda-feira (7), na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas. Representantes de diferentes bairros marcaram presença no encontro, com a intenção de ouvir as palavras das autoridades responsáveis pelo policiamento e patrulhamento da cidade, ainda sob o impacto dos acontecimentos da quinta-feira (3) e sexta-feira (4), quando veículos do transporte alternativo foram incendiados e dois representantes de cooperativas assassinados no centro da cidade.

Participaram da reunião representantes de entidades como Associação Comercial Industrial e Agropastoril de Itaguaí, Câmara de Dirigentes Lojistas, Rotary Club, além de líderes de associações de classe e de moradores. Como vem ocorrendo nos mais recentes encontros, não houve representante da Prefeitura de Itaguaí. Pelo Poder Legislativo, a única presença registrada foi a do vereador André Amorim (PR).

Diante de uma plateia mais numerosa, o comandante do 24º BPM (Queimados), tenente-coronel Ranulpho Souza Brandão Filho; o comandante da 5ª Companhia (Itaguaí), capitão Anderson Orrico; e o novo titular da 50ª DP (Itaguaí), delegado Moysés Santana, ouviram um maior número de informações e pleitos em favor do incremento do policiamento nas comunidades. Dentre as reivindicações apresentadas estavam a de reforço no policiamento na Praia da Quatiquara, na Ilha de Itacuruçá, onde, segundo um participante, já há registros de elementos atuando na comercialização de drogas. Solicitação recorrente, a necessidade de manter a iluminação pública  funcionando nos bairros mais uma vez foi citada como estratégia para garantir mais segurança à população.

O apelo à integração entre as forças de segurança também mereceu abordagem de participantes. Um deles, inclusive, deixou registrada uma crítica à falta que faz a presença de homens da Guarda Municipal de Itaguaí, que, segundo ele, pode somar na garantia da segurança pública do município. Numa sugestão para além das questões de policiamento propriamente ditas, outro presente à reunião falou sobre a necessidade de investimentos em atividades esportivas. Ele justificou que elas trazem um desenvolvimento da pessoa na sociedade, sobretudo os jovens e crianças.

Um canal direto para as denúncias

Recém-chegado à 50ª DP (Itaguaí), o delegado Moysés Santana fez sua estreia nas reuniões do CCSPI, e já incorporando ao espírito que reina nas reuniões do grupo colocou-se à disposição da população para garantir mais segurança e um combate mais efetivo à criminalidade. Aproveitando a ocasião, ele mandou distribuir um prospecto em que é divulgado o telefone por meio do qual a população pode encaminhar denuncias sem a necessidade de identificação. Ele lembrou que a participação da sociedade e fundamental para que as ações das polícias sejam efetivamente bem-sucedidas no combate aos fora da lei.

 

O TITULAR da 35ª DP mandou distribuir prospectos com o telefone para denúncias anônimas 

Comandante faz balanço da atuação

Comandante do 24°BPM, o tenente-coronel Ranulpho Souza Brandão Filho apresentou um balanço do trabalho da unidade nos últimos quatro meses. “Após quatro meses de árduo trabalho, podemos fazer um levantamento do resultado de nossas ações, que por muitas vezes não são vistas nos momentos de tranquilidade, mas, sim, quando a situação tende a fugir da normalidade”, disse o comandante, acentuando que nesse período, os policiais militares do 24º BPM apreenderam 43 armas de fogo, sendo três fuzis. Ainda segundo o oficial, seus comandados efetuaram 70 prisões de criminosos em Itaguaí. “Não há mérito algum no cumprimento do nosso dever, mas a sociedade de bem merece e terá sempre uma resposta do 24ºBPM”, disse o ten-cel Brandão.

Mais adiante, o comandante do 24º BPM alegou saber que não seria fácil a missão de combater o crime em Itaguaí. Isso por causa da atuação de grupos criminosos, que além do tráfico de drogas e roubos, praticam crimes como extorsão a comércio e a moradores.

O comandante Brandão informou também que a partir de levantamentos de inteligência foram desencadeadas operações buscando minimizar ao máximo os reflexos das ações criminosas. “Quando o resultado das operações é positivo para a maioria da população, a parte criminosa procura, de alguma forma, causar transtornos para tentar uma ‘sobrevida’, visto que diariamente é combatida pela Polícia onde quer que esteja. Ainda temos muito o que fazer, porém nesses quatro meses alcançamos números que demonstram o quanto o 24º BPM vem se esforçando para fazer o melhor pela sociedade em Itaguaí”, concluiu o oficial, enaltecendo a integração com a 50ª DP, da Polícia Civil, e a Polícia Rodoviária Federal.

Preocupação com as respostas

Como tem feito durante todas as reuniões do CCSPI, o presidente Alexandro Andrade reiterou que o órgão coloca à disposição da população em geral modelos de formulários distintos, destinados ao encaminhamento de demandas diretamente relacionadas às ações das polícias Civil e Militar, e, também, daquelas relacionadas às atividades de outros órgãos da administração pública. “A nossa preocupação é a de sempre dar respostas às questões que chegam ao nosso conhecimento. Essa é a estratégia para que possamos ser um elo efetivo na integração entre as polícias e a população”, disse ao ATUAL o presidente Andrade. 

RENATO REIS

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.