Feb 21, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

Mangaratiba intensifica combat…

PREVENÇÃO- A Secretaria Municipal de Saúde de Mangaratiba (SMSM) anunciou ontem ...

Sobe para 33 o número de morto…

CONFIRMADOS- Sobe para 33 o número de mortos pela febre amarela no estado do Rio...

Apresentação dos alunos da ofi…

CULTURA- Os alunos da oficina de verão de teatro de Itaguaí terão que esperar um...

Força-tarefa policial vai monitorar rodovias

UMA DAS vias expressas que estarão sob o olhar das autoridades da segurança é o Arco Metropolitano UMA DAS vias expressas que estarão sob o olhar das autoridades da segurança é o Arco Metropolitano FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Polícia
Ler 354 vezes
Avalie este item
(0 votos)

POLICIAMENTO- A Assessoria de Comunicação Social do Comando Conjunto das Operações em Apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública, fase Rio de Janeiro, informou, na quinta-feira (25), que iniciou uma sequência de operações em coordenação com a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional de Segurança Pública, estabelecendo postos de bloqueio, controle e fiscalização nos acessos às rodovias federais que cortam o estado, incluindo trechos da Avenida Brasil e o Arco Metropolitano.

Segundo a assessoria do órgão, as ações serão pontuais, inopinadas e de curta duração, tendo o objetivo de contribuir no combate a ilícitos transnacionais, particularmente o contrabando de armas e drogas; e na diminuição dos índices de roubos de cargas nos eixos que dão acesso ao estado e à cidade do Rio de Janeiro.

Estão disponíveis para as operações três mil militares da Marinha, Exército e Aeronáutica, com apoio de veículos blindados e aeronaves. Os espaços aéreos poderão ser controlados, oportunamente, com restrições dinâmicas e temporárias nas áreas sobrepostas aos locais de atuação das Forças Armadas.

O Comando Conjunto conduzirá as ações a partir do Centro de Operações instalado no Comando Militar do Leste, no Centro da cidade do Rio. As ações desencadeadas pelas Forças Armadas serão coordenadas com a Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro.