Jan 21, 2018 Last Updated 5:06 PM, Jan 19, 2018

Destaques

Light está com vagas para elet…

OPORTUNIDADE- A Light divulgou na quinta-feira (18), por meio das redes sociais...

Postos de vacinação contra a f…

FEBRE AMARELA – Aumentou o número de postos de vacinação de Seropédica que estar...

Protesto pela vacina da febre …

Moradores do bairro Vista Alegre fecharam rua da UBS pedindo vacina. A dose é of...

Aumenta número de assaltos em ônibus em Itaguaí e região

Assaltos são frequentes em coletivos de Itaguaí e Mangaratiba Assaltos são frequentes em coletivos de Itaguaí e Mangaratiba FOTO DIVULGAÇÃO
Publicado em Polícia
Ler 967 vezes
Avalie este item
(0 votos)

O percurso de volta para casa em coletivos tendo sido motivo de preocupação para quem já foi vítima da violência

ASSALTOS - O número de roubos em coletivos em Itaguaí aumentou de janeiro a novembro de 2017 em relação ao mesmo período no ano de 2016. No ano passado foram registrados 31 assaltos em ônibus e apenas cinco em 2016, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Pelas redes sociais, usuários reclamam da violência e do clima de insegurança nas viagens coletivas em menos de uma semana do ano de 2018. Nesta quarta-feira (3), por exemplo, passageiros da linha 458 (Itaguaí -Campo Grande) contaram o momento de terror que passaram. O assalto foi anunciado cerca de um quilômetro depois do trevo do Distrito Industrial de Santa Cruz Rio-Santos no sentido Campo Grande, pouco depois das 19h.

De acordo com o testemunho de uma das vítimas, os quatro criminosos portavam facas e um revolver. “Eram três homens, sendo um travesti e uma mulher que tinha uma tatuagem na perna”, relatou o passageiro que não quis se identificar.

Dentro do coletivo, o que era pra ser uma viagem tranquila de volta para casa, muitas vezes, acaba não sendo. Outro usuário disse que vai evitar andar com objeto de valor, por medo de ser vítima do crime. “Eu estava com parte do meu pagamento no bolso. Graças a Deus eles não me abordaram. Quando eu comprar meu celular novo, vou evitar andar com ele para não acontecer o pior”, confessou ele. Três funcionárias de um grupo de saúde da região não tiveram a mesma sorte. De acordo com os passageiros, os bandidos levaram os celulares da maioria dos usuários do ônibus, no entanto delas, eles levaram as bolsas. “Uma idosa que ficou chorando. Deu pena dela”, contou o passageiro que ainda disse que a ação não durou nem cinco minutos. Após o assalto, os criminosos desembarcaram do coletivo, e fugiram.

Moradores de Mangaratiba também reclamam da falta de segurança nos coletivos da região. Pelas redes sociais, usuários relatam os momentos durante o assalto, que acontecem com frequência na altura do Arco Metropolitano. O último, segundo uma das vítimas, os criminosos deixaram os passageiros somente com a roupa íntima.

 

A violência é confirmada pela Polícia Militar do 50º DP (Itaguaí), aonde chegam a maioria das ocorrências da região.