Nov 17, 2017 Last Updated 5:46 PM, Nov 17, 2017

Grevistas da UBS de Chaperó são ameaçadas, segundo líder

Caso de grevistas ameaçadas por coordenação e milicianos vai parar na delegacia Caso de grevistas ameaçadas por coordenação e milicianos vai parar na delegacia FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Polícia
Ler 325 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Funcionárias teriam sido coagidas por manterem o direito à greve, após 10 meses de salário fracionado

 

AMEAÇA - Chris Gerardo, líder sindical dos servidores da saúde de Itaguaí usou as redes sociais ontem (6) para denunciar ameaças feitas a funcionárias/grevistas da unidade. Segundo a postagem, as grevistas teriam sido coagidas pela coordenação geral da Unidade Básica de Saúde de Chaperó na tentativa de dar um “susto” nelas. Apesar da paralisação, servidores que não quiseram se identificar afirmaram que cumprem a carga de trabalho sem prejudicar o andamento dos serviços e do atendimento a população local.

O caso foi registrado na 50º DP - Itaguaí na tarde de ontem e de acordo com o delegado titular, Alexandre Leite, a denúncia será apurada de forma sigilosa para não atrapalhar o andamento das investigações.

Veja na íntegra o conteúdo da postagem:

 

Boa tarde, peço a todos compartilhamento. Estamos neste momento na 50° DP- Itaguaí procedendo registro de ameaça por parte da coordenação geral da Unidade Básica de Saúde de Chaperó de dar um "susto de milicianos" contra servidoras em greve em Itaguaí. Tivemos que ir às pressas para a unidade de saúde buscar as servidoras que estavam bastante assustadas com a presença de milicianos na unidade logo após a comunicação da escuta da intenção da coordenação. Iremos protocolar o registro da ocorrência na Promotoria Criminal do MPE. Triste realidade dos Servidores de Itaguaí que estão há 10 meses em greve, sem direitos e sendo submetidos a coerção de grupos paramilitares. Quando a justiça vai se lembrar de Itaguaí?

Última modificação em Terça, 07 Novembro 2017 10:33