Nov 23, 2017 Last Updated 2:00 AM, Nov 23, 2017
Atualmente, empresas de ônibus tem que parar os veículos no acostamento na Isoldackson Cruz de Brito Atualmente, empresas de ônibus tem que parar os veículos no acostamento na Isoldackson Cruz de Brito (FOTOS CLEITON BEZERRA)
Publicado em Cotidiano
Ler 959 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Funcionários da prefeitura estiveram na rodoviária inacabada do trevo de Brisamar realizando manutenção e limpeza no espaço

CONSERVAÇÃO Os tapumes que isolavam a área do Terminal Rodoviário no trevo de Brisamar foram retirados e uma limpeza no local foi iniciada, hoje (22), em Itaguaí. Após quase cinco anos do início da construção do terminal, ainda hoje as obras não foram finalizadas. Segundo moradores, o terminal estava abandonado, com deteriorações no asfalto, nas calçadas, nos boxes e pessoas já estavam começando a entrar no local para consumir drogas.

Para a construção do terminal rodoviário, em 2012, na gestão do governo Charlinho,  foi estabelecido um orçamento de R$ 4,9 milhões, oriundos do tesouro da Prefeitura de Itaguaí. A ideia era desafogar o antigo terminal situado na Avenida Deputado Octávio Cabral e a estimativa era receber cerca de 12 mil pessoas por dia. Na ocasião, a previsão inicial para o término dos trabalhos era de 180 dias.

Após paralisação das obras do complexo, elas foram retomadas em 3 de julho de 2014 e tinham previsão de que fossem finalizadas até dezembro daquele ano, o que não se concretizou.

Ocupando uma área de aproximadamente 15 mil metros quadrados, a nova rodoviária teria, no projeto original: 10 baias para ônibus; duas plataformas adjuntas com 16 baias; dois módulos para guichê, quatro bilheteiras; banheiros adaptados para pessoas com necessidades especiais; 16 boxes para comércio, sendo dois deles específicos para lanchonete; área de espera; estacionamento; bicicletário, entre outros.

No projeto inicial o novo terminal receberia linhas de ônibus municipais e intermunicipais, que fariam o trajeto para o Centro do Rio, Seropédica e região da Costa Verde. A antiga rodoviária seria destinada para concentrar mais a demanda do transporte municipal e também uma linha de ônibus para São Paulo.

Atualmente, os ônibus fazem ponto final às margens da Avenida Prefeito Isoldackson Cruz de Brito (antiga RJ-14). “Esse terminal se estivesse funcionando seria de suma importância para as comunidades do Leandro, Brisamar e região. Os trabalhadores desses bairros precisam pegar duas conduções para chegar ao trabalho, sem contar que organizaria os pontos finais dos ônibus intermunicipais”, destacou o morador do Brisamar que preferiu não se identificar.

O ATUAL entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Itaguaí e com a Secretaria Municipal de Ordem Pública para esclarecer o assunto. O secretário de Ordem Pública, Nisan Cesar, afirmou que as chapas que protegiam o local foram roubadas deixando o local exposto, o que motivou a a ação de limpeza da secretaria. Porém, assessoria de imprensa da Prefeitura ainda não respondeu ao contato.

Terminal necessita de alguns reparos em trechos como o calçamento, nos guichês e nos boxes para comércio

CLEITON BEZERRA

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Última modificação em Terça, 22 Agosto 2017 17:54