Loading...
Sep 23, 2018 Last Updated 2:58 PM, Sep 21, 2018

Charlinho é vaiado durante desfile cívico de Itaguaí

Publicado em Poder
Ler 2874 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Manifestantes pediam em coro a saída do prefeito, que teve o seu diploma cassado pelo TRE-RJ na tarde de quinta-feira (5)

SOLENIDADE O desfile cívico das escolas municipais de Itaguaí, para celebrar a Independência do Brasil, na manhã desta quinta-feira (5), foi marcado por atrasos e protestos contra o governo Charlinho.

Ao som da Banda Municipal de Itaguaí (Bamita), diversas instituições da rede municipal desfilaram com uniformes e fantasias no Parque Municipal. Os participantes levaram bandeiras de cada instituição e mostraram um pouco da história, cultura e arte do município durante a apresentação. 

Após a cerimonia do hasteamento da bandeira e da execução do Hino Nacional Brasileiro, as creches municipais foram as primeiras a desfilar.

CADÊ OS UNIFORMES?

Diversas escolas do município desfilaram com uniformes que receberam horas antes do desfile, muitas crianças nem sequer receberam. Indignadas com a situação em que se encontra o município, mães de alunos se vestiram de preto e usaram nariz de palhaço para protestar. “Nós estamos lutando hoje contra a diferenciação na entrega dos uniformes, porque somente poucas crianças, sem qualquer critério, receberam o uniforme, no caso só a camiseta”, esbravejou a mãe de um aluno.

As mães também denunciaram que muitos uniformes recebidos foram emprestados. “Eu vou ter que devolver o uniforme do meu filho. Isso é um absurdo! Eu tenho dois filhos, um está na escola escondido porque não ganhou uniforme e não pode desfilar, e o outro está aqui porque conseguiu o uniforme”, reclamou.  Ainda segundo a mãe do aluno, a prefeitura alega que vai distribuir os uniformes, mas vale lembrar que falta pouco menos de três meses para o término do ano letivo.

A mãe de um aluno da escola Eider Ribeiro Dantas, do bairro Brisamar, cobrou explicações dos vereadores sobre essa questão dos uniformes. “Cadê os direitos da criança e do adolescente? Meus filhos estão frustrados por não poderem desfilar!”

O ATUAL flagrou uma representante da Secretaria Municipal de Educação (SME), distribuindo camisas para crianças que não tinham uniformes. Questionada, a representante disse que era apenas uma medida emergencial, pois muitos alunos foram diretamente para o local do desfile. Sobre os protestos feitos pelas mães de alunos em relação à falta de uniforme, a representante da SME alegou que não houve tempo para distribuir os uniformes.

Na sessão da última terça-feira (4) na Câmara Municipal de Itaguaí, o vereador André Amorim (PR) questionou a realização do desfile. “Esse ano, numa medida fantástica, o governo só vai distribuir uniformes apenas para alguns alunos que vão desfilar. Nos 5.569 municípios provavelmente os alunos vão desfilar no dia 7 de setembro, mas aqui vai ser no dia 6, porque, provavelmente, o prefeito vai viajar”, disse o parlamentar.

DISCURSO QUE NÃO CONVENCE

 Um dia após ter o diploma cassado pelo TRE-RJ na tarde de quarta-feira (5), o prefeito Carlo Busatto Junior (MDB), o Charlinho, participou do desfile cívico. Ainda abatido com a perda do diploma, Charlinho ensaiou um discurso para tentar explicar o inexplicável na abertura do evento, mas foi vaiado por mães de alunos, servidores e alunos, que protestavam contra o descaso da sua gestão com o município. Além das vaias, os manifestantes gritavam palavras de ordem.

Em seu discurso confuso, o prefeito tentou relembrar os feitos de sua gestão passada, estratégia que não deu certo e suscitou ainda mais indignação do público, que respondeu com palavras como “Fora Charlinho!”.

VINICIO DA MATTA

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.