Loading...
Sep 18, 2018 Last Updated 12:52 PM, Sep 18, 2018

Verba de R$ 6 milhões em conta é questionada por vereador

Publicado em Poder
Ler 219 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Genildo Gandra cobra explicações sobre a verba destinada à UPA, que o prefeito Charlinho disse estar depositada numa conta corrente

COBRANÇA A sessão desta terça-feira (4) da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI) foi marcada pelo discurso do vereador Genildo Gandra (PDT) que destacou a reportagem da TV Globo, ao entrevistar o prefeito Carlo Busato Junior (MDB), o Charlinho, sobre a devolução da verba de R$ 6 milhões ao Ministério da Saúde. O dinheiro a que do parlamentar se referiu é o total que a cidade recebeu de repasses federais destinados à UPA, que está fechada desde novembro de 2016, em completo estado de abandono. Durante a sessão também houve aprovação de indicações, pareceres e projetos de lei.

Genildo ressaltou o descaso com que o atual governo vem tratando o município e a população. “Enquanto o prefeito Charlinho guarda essa verba em uma conta corrente, que não tínhamos essa informação, as pessoas estão morrendo por falta de atendimento no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSF). Pessoas essas que buscam remédios e exames nas unidades de saúde e não encontram. Para o governo, isso não é importante. Para o governo, a vida humana não tem nenhum sentido. A gente fica a se perguntar até quando a nossa cidade ficará a mercê dessa situação? Até quando teremos pessoas morrendo por falta de atendimento e o município fazendo caixa? Para quê?”, desabafou o vereador, cobrando uma atitude da câmara.

Para Genildo Gandra, não há mais o porquê o município continuar passando por essa situação de que não há recursos. “Tanto tem que agora terá que devolver cerca de R$ 6 milhões ao Ministério da Saúde. Tenho esperança de que as coisas melhorem. Gostaria que a nossa cidade voltasse a se desenvolver e ser um dos municípios que mais crescia no estado. Infelizmente, hoje é a cidade que mais problema tem e que não são resolvidos. Estamos aguardando que o governo tome uma iniciativa e comece a trabalhar para que o nosso povo tenha o mínimo de vida digna”, concluiu Genildo Gandra.  

O vereador André Amorim (PR) fez questão de destacar que o próprio prefeito Charlinho disse o Governo Federal redobrou a verba destinada à UPA. “Portanto, a UPA não é reaberta porque o prefeito não quer”, declarou.

DESFILE CÍVICO

André Amorim aproveitou para questionar a realização do desfile cívico do município, que será realizado na manhã desta quinta-feira (6), no Parque Municipal. Segundo o vereador, por determinação da Secretaria de Educação diretoras das unidades escolares terão que escolher alguns alunos para desfilar, já que a prefeitura não concluiu a confecção dos uniformes escolares. “Só os alunos que vão desfilar vão receber os uniformes. Os outros vão continuar sem uniformes. Talvez porque no desfile do ano passado tinha muitos alunos desfilando de chinelo e sem o uniforme. Esse ano, numa medida fantástica, o governo só vai distribuir uniformes apenas para alguns alunos que vão desfilar. Nos 5.569 municípios provavelmente os alunos vão desfilar no dia 7 de setembro, mas aqui vai ser no dia 6, porque, provavelmente, o prefeito vai viajar”, disse.