Loading...
Aug 17, 2018 Last Updated 12:51 PM, Aug 16, 2018

Prefeitura de Mangaratiba entrega carteira a pescadores

Publicado em Poder
Ler 328 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Cerca de 100 profissionais receberam a Carteira Profissional do Pescador Artesanal, a Licença de Pesca de Embarcação e o Protocolo de renovação do RGP

DOCUMENTÇÃO Os pescadores de Mangaratiba agora podem exercer sua profissão com mais segurança e respeito. A Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca entregou nesta quarta-feira (25), numa solenidade na Escola Coronel Moreira da Silva, no Centro, a documentação que dá dignidade aos profissionais.

O prefeito Vitor Tenório, o Vitinho, fez questão de prestigiar a ocasião e de destacar a importância do papel do pescador na história e na cultura do município. “Poucos sabem, mas eu vivi de perto a realidade dos pescadores de Mangaratiba. Meu avô e meus tios foram pescadores e eu pude vivenciar toda a luta, as dificuldades e o desafio da profissão. Hoje esses profissionais estão conquistando uma vitória, pois essa documentação dá mais dignidade a essa profissão tão bonita e que faz parte de nossa história”, disse o prefeito.

Cerca de 100 profissionais receberam a Carteira Profissional do Pescador Artesanal, a Licença de Pesca de Embarcação e o Protocolo de renovação do Registro Geral de Pesca (RGP). A documentação auxilia o profissional na identificação junto aos órgãos fiscalizadores além de ser importantíssima para a aquisição de benefícios que a classe tem direito.

O prefeito destacou o empenho da equipe da secretaria, que tem como prioridade a melhoria da qualidade de vida dos pescadores e agricultores da região. “O que peço é que trabalhem com comprometimento e dedicação para fazer a cidade e os moradores de Mangaratiba voltarem a ter orgulho de viverem aqui”, ressaltou Vitinho.

O secretário da pasta Adalberto Basílio também participou da entrega da documentação e explicou aos pescadores e representantes de associações de várias localidades que a partir de agora os profissionais farão parte de um cadastro municipal. “Com essa documentação saberemos identificar quem é que vive da pesca na cidade e valorizar sua identidade histórica. É uma medida que vai proteger nossos pescadores de uma concorrência desleal. A iniciativa visa legalizar nossos profissionais que eram afetados pelas fiscalizações por não possuírem a documentação. Quem ainda não foi contemplado na ação deve nos procurar para realizarmos a inscrição”, concluiu o secretário.