Loading...
Sep 21, 2018 Last Updated 8:27 PM, Sep 20, 2018
Publicado em Poder
Ler 513 vezes
Avalie este item
(0 votos)

“É triste chegarmos aos 200 anos nessa condição. Mas nós vamos vencer isso!”

 

Deputado federal Alexandre Valle dedica oportuno e consistente relato ao atual momento político-administrativo de Itaguaí, aproveita para desmentir boatos que circulam pelas redes sociais e acusa o Charlinho de omissão

 Alegando que compromissos parlamentares em Brasília o impediram de estar nesta quinta (5) em Itaguaí para a comemoração dos 200 anos da cidade, o deputado federal Alexandre Valle (PR-RJ) encontrou na tecnologia digital uma forma de se manter presente ao debate sobre o momento político que a cidade vive. Por meio de uma rede social enviou uma mensagem em vídeo em que construiu um oportuno e consistente relato sobre temas que lhe pareceram essenciais destacar nessa época de celebração cívica.

Valle começou sua exposição se referindo a boatos de que teria de alguma forma influenciado para interferir na realização da Expo, o que negou categoricamente. Depois, pontuou que o governo precisa ter prioridade para áreas sensíveis como saúde e educação. “Não sou contra a Expo; sou contra não ter prioridade para as pessoas que estão na porta dos postos de saúde, sem atendimento, porque estão fechados”, salientou ele durante uma mensagem de aproximados 11 minutos.

Ao insistir que não foi o responsável pela ação que resultou no impedimento da festa, o deputado alfinetou Charlinho. “Não fui eu que deixei faltar remédio, faltar saúde ou deixei de cumprir com minhas obrigações. É lamentável o que vem acontecendo em Itaguaí”, disse ele, passando a focar na figura do prefeito. “O senhor não nos envergonha como prefeito; o senhor tem nos envergonhado como ser humano”, acentuou ele, ao referir-se às pessoas a quem Charlinho pediu voto para se eleger pela terceira vez mandatário da cidade.

A partir daí, Valle elencou uma série de deficiência da administração Charlinho, como a falta de transporte nas escolas, inexistência de diálogo e de respostas aos anseios da população, na falta de cuidados com a cidade. Mais adiante ele citou os recursos direcionados à cidade por meio de emendas parlamentares de sua autoria, perguntando ao prefeito qual o destino dado aos mais de R$ 12 milhões recebidos por Itaguaí.

O deputado também usou um tempo do vídeo para rechaçar as acusações de que teria influenciado a imprensa na cobertura das mazelas que assolam a cidade, em que vem sendo denunciadas com destaque por dias seguidos. “O senhor achar que vai dizer à população que todos eles estão mentindo; que tudo isso que está acontecendo é um conto de fadas; um conto da carochinha; que é mentira!”, indignou-se Alexandre Valle, lembrando que quando trabalhou ao lado de Charlinho arcava com responsabilidades hoje distribuídas entre cinco ou seis pessoas.

O deputado acentuou ainda que a população quer serviços funcionando para as pessoas que moram e trabalham em Itaguaí, mesmo reconhecendo que as cidades hoje passam por momentos de dificuldade. Para ele, na condição de gestor da cidade, Charlinho tem a responsabilidade de dar explicações sobre a realidade de Itaguaí hoje e sobre as acusações que pesam contra a sua administração. “A prefeitura não é a sua casa, não é a sua empresa. Reúna a imprensa e diga os motivos de a cidade estar assim”, provocou.

No final, Valle lançou uma semente de otimismo nas derradeiras palavras do vídeo. “Essa cidade, prefeito, o elegeu três vezes. Ela é maior do que isso tudo que ela está passando. Nós vamos vencer isso. Vamos mudar o rumo dessa história. É triste chegar aos 200 anos da cidade nessa condição, mas nós vamos superar isso”, concluiu.