Loading...
Jul 15, 2018 Last Updated 6:20 PM, Jul 13, 2018

Gastos com a Expo questionados na Câmara de Itaguaí

Publicado em Poder
Ler 507 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Vereadores do bloco suprapartidário destacaram o momento atual do município e enumeraram vários problemas na saúde e educação

POLÊMICA Os gastos com a organização da Expo 2018 foram questionados na sessão de terça-feira (19) da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI). Para os vereadores André Amorim (PR), Willian Cezar (PSB), Genildo Gandra (PDT), Ivan Charles (PSB) e Waldemar Ávila (PHS), que integram o bloco suprapartidário, no atual momento, o município não dispõe dos serviços públicos básicos necessários para atender os munícipes.

O embate entre o grupo suprapartidário e a base governista aliada ao prefeito Carlo Busatto Junior (MDB), o Charlinho, começou após a leitura de um requerimento de informação, de autoria do vereador Willian Cezar com cinco questionamentos. Entre eles, o valor previsto para o orçamento da Expo 2018 e quantos artistas do município irão se apresentar no evento? O parlamentar cobrou também o cumprimento da lei que valoriza os artistas da cidade. “Não tenho nenhuma intenção de parar a Expo. O prefeito está passando por cima de uma lei que esta Casa aprovou. Os nossos artistas precisam saber como participar da Expo. Esse requerimento é para proteger os artistas locais e não contrário a Expo”, ponderou Willian Cezar.

Defendendo o requerimento de informação do colega, o vereador Waldemar Ávila também declarou que o município dispõe de talentos que poderiam se apresentar na Expo. “São pessoas talentosas que não tem oportunidade. Como a festa é da cidade, esse segmento não pode ficar de fora. Peço ao secretário de Eventos que dê oportunidade para esses artistas se apresentarem, nem que seja em palcos alternativos. Temos valores que não são reconhecidos, mas que precisam mostrar o seu talento”, declarou.

PROBLEMAS NA SAÚDE E EDUCAÇÃO

O vereador Genildo Gandra também ressaltou que não é contra ou a favor da Expo. Segundo o parlamentar, o momento não é propício para a cidade gastar com o evento. “Hoje estamos num município em que a educação e a saúde são precárias. Escolas, creches e postos de saúde estão sendo furtados. Na semana passada tivemos duas emissoras de TV mostrando de fato o que ocorre com a nossa cidade. Uma mostrou que o atual governo fechou a Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Chaperó. A outra emissora esteve no Ciep 300 – Prefeito Vicente Cicarino, para mostrar que a unidade foi assaltada naquela semana. Isso para nós não é bom e nem para a população. Mediante a situação de hoje que vive o município, a festa da Expo não vai agregar valor”, declarou.

Genildo Gandra questionou se acontecer um acidente dentro da Expo, aonde estas pessoas serão atendidas. “O nosso município não tem condições de atendê-las. Ninguém é contra a Expo. No momento a cidade não tem estruturas. Entre escolher a realização da Expo, sou a favor da reestruturação do Hospital Municipal São Francisco Xavier e a reabertura da UPA. A questão não é a Expo, e sim, o momento”.

Em tom de ironia e servindo de porta voz do colega Vinicius Alves (PRB), o líder de governo vereador Sandro da Hermínio (PT do B) foi até a tribuna e sugeriu que os vereadores organizassem um mutirão de pintura no hospital. Como se a unidade só dependesse disso para funcionar.

INDIGNAÇÃO

Indignado com a proposta do líder de governo, o vereador Ivan Charles sugeriu a presença do prefeito Charlinho e do seu vice Abeilard Goulart no mutirão. “Já que o prefeito Charlinho não quer utilizar a verba destinada pelo deputado federal Alexandre Valle (PR-RJ) para a saúde. Também não sou contra a Expo, porém, é inadmissível fazer uma festa gastando R$ 820 mil pagando cantores e os postos de saúde em estado deplorável. O Posto de Saúde Central foi assaltado e está totalmente abandonado com lixo hospitalar por todo canto. Fazer uma festa na atual circunstância em que a cidade vive é irresponsável. O município não tem uma ambulância. Se caso ocorrer um acidente no parque de diversão, como vão socorrer às vítimas e para serão encaminhadas?”, concluiu o vereador.

 

Apesar de todos os questionamentos sobre a realização da Expo, o requerimento do vereador Willian Cézar foi reprovado pela base governista. 

WELINGTON CAMPOS

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Mais Poder

Vereador relata mais um descaso na saúde de Itaguaí

Willian Cezar oficializou denúncia crime... (leia mais)

Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019

Dispositivo que proibia reajuste salarial... (leia mais)

Deputado desmente fake news

Em vídeo divulgado na internet... (leia mais)

Últimas Notícias