Loading...
May 21, 2018 Last Updated 1:48 PM, May 18, 2018

Transformação social através do esporte

Cerca de 150 crianças de duas escolas públicas de Mangaratiba e Itaguaí participaram do evento Cerca de 150 crianças de duas escolas públicas de Mangaratiba e Itaguaí participaram do evento FOTO DIVULGAÇÃO/PMM
Publicado em Cotidiano
Ler 246 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Projeto esportivo, fruto de parceria público-privada, faz a alegria de alunos de escolas públicas de Mangaratiba e Itaguaí

INICIATIVA Cerca de 150 crianças de duas escolas públicas de Mangaratiba e Itaguaí participaram na manhã da última sexta-feira (11) da etapa Mangaratiba da Copa do Mundo IBEEC. A iniciativa é fruto da parceria entre as prefeituras dos dois municípios, do Instituto Brasileiro de Excelência no Esporte & Cultura (IBEEC) e a empresa MRS.

Os alunos foram contemplados com o projeto “Esporte por um Mundo Melhor”, onde os jovens recebem gratuitamente aulas de voleibol e futsal. No projeto as crianças têm aulas três vezes por semana e as atividades são ministradas no contra turno escolar. O ciclo de execução do projeto, inclui atividades lúdicas, temas transversais e, claro, muito esporte e lazer. As secretarias de Educação e Turismo, Cultura, Eventos, Esporte e Lazer de Mangaratiba participaram de todo o processo da parceria. O programa é patrocinado pela MRS, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal.

Ao todo foram cinco desafios de futsal e queimada entre os alunos das escolas Praia Grande (Mangaratiba) e Eider Ribeiro Dantas (Itaguaí). Na categoria sub-9 masculino a vitória ficou com Itaguaí pelo placar de 2 a 1. No sub-11 Mangaratiba deu o troco e venceu por 2 a 0. Já no feminino sub-9 Itaguaí venceu por 2 a 0 e no sub-11 nova vitória de Mangaratiba, dessa vez por 2 a 1. Na partida de queimada mista ouve empate entre as equipes.

Para o secretário de Turismo Alex Barros, o que menos importou foi o resultado. “Foi um dia muito especial tanto para as crianças quanto para as famílias. O esporte é uma ferramenta de transformação social, melhora a autoestima das crianças, o respeito ao próximo e a disciplina. Esse momento de integração entre os alunos, sem qualquer tipo de rivalidade, apenas pelo prazer da prática esportiva nos dá um ânimo a mais para continuar trabalhando por nossas crianças”, disse o secretário.