Loading...
Jul 21, 2018 Last Updated 1:48 PM, Jul 20, 2018

Mobilização total para Serra do Piloto

Publicado em Poder
Ler 879 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Prefeito e secretários municipais reuniram-se em audiência pública com a comunidade local para definir ações após deslizamento de um trecho da RJ-149

AÇÕES O prefeito de Mangaratiba Aarão de Moura Brito Neto e secretários de diversas pastas da Prefeitura de Mangaratiba subiram a Serra do Piloto, na manhã de segunda-feira (9), e reuniram-se em audiência pública com cerca de 100 representantes da comunidade local para definir as próximas ações relativas ao deslizamento ocorrido na Estrada São João Marcos (RJ-149), próximo à Cachoeira dos Escravos, que impede o acesso à localidade. Os estragos foram causados pelas fortes chuvas que atingiram o município na madrugada da última sexta-feira (6). O deputado federal Julio Lopes e José Essiomar Gomes, superintendente Federal de Agricultura, Pesca e Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro também estiveram presentes.

Para o Prefeito esse é um momento de união para solucionar os transtornos. “Estamos aqui, tristes pelo que aconteceu e eu precisava estar perto das pessoas neste momento, para dar meu apoio incondicional e prestar contas de tudo o que estamos fazendo, ouvi-las e dar respostas”, disse.

O chefe do poder executivo, esclareceu que por ser uma rodovia de responsabilidade do governo estadual, através do DER, além de ser patrimônio histórico (fiscalizada pelo Iphan), a prefeitura fica impedida de realizar qualquer obra. “Vamos em caráter de urgência levar os anseios e necessidades da comunidade para os órgãos competentes e o governador. Temos que dar uma resposta rápida, pois as pessoas não podem ficar sem seu direito de ir e vir. Vamos a todos os órgãos com uma comitiva de moradores para que o caso seja solucionado o mais breve possível”, frisou o prefeito.

O deputado federal Julio Lopes sensibilizou-se com o ocorrido e colocou-se à disposição da cidade para ajudar no que for preciso. “Conversei com o prefeito e vamos hoje mesmo solicitar junto ao Exército Brasileiro que seja colocada uma ponte provisória em caráter de urgência, até que a obra principal seja concluída”, destacou o deputado.

LOGÍSTICA DE ACESSO

Os ônibus que circulam no distrito estão impossibilitados de atender os moradores. Os secretários municipais aproveitaram a ocasião para conversar sobre a logística de acesso, tanto para quem vai para a Serra do Piloto, quanto para quem desce para outros bairros. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos colocou uma Kombi a disposição dos moradores da localidade para fazer o trajeto até o ponto bloqueado, para que eles possam atravessar e pegar o ônibus do outro lado. A Prefeitura está tentando disponibilizar um micro-ônibus para poder atender a um número maior de pessoas.

O prefeito já antecipou que fará outra reunião na comunidade no início de maio, e que pretende levar esse tipo de audiência para os outros distritos. “Estamos com muitas dificuldades e a minha presença é fundamental na Prefeitura, mas não abro mão desse contato com o morador. Saber das necessidades e anseios do maior interessado não tem preço”, concluiu o prefeito.

MORADORES FALAM

Os moradores ouviram atentamente o prefeito e os representantes do poder público. Para Antônia Vidal Loyola é preciso que todos deixem as diferenças de lado e que se unam para superar o desastre. “Gostamos muito de ver o prefeito aqui. Pudemos falar olho no olho e ver que ele está empenhado em resolver o problema. Não queríamos que isso tivesse acontecido, mas agora temos que arregaçar as mangas e trabalhar junto com as autoridades”.

Silvângelo Mendes agradeceu o comprometimento do prefeito e autoridades, que deram uma resposta rápida depois do acontecido. “Eles estão empenhados em nos ajudar e isso é muito bom. Pela iniciativa que o prefeito está tendo, tenho certeza de que teremos respostas rápidas para todo esse transtorno que estamos passando”, destacou o morador.

 

Ao lado do deputado federal Julio Lopes, Aarão destacou que esse era um momento de união