Loading...
Sep 24, 2018 Last Updated 3:35 PM, Sep 24, 2018

Sessão marcada por polêmica sobre proposta de homenagem

Publicado em Poder
Ler 1476 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Vereadores divergem sobre Moção de Congratulações e Elogios que seria entregue à empresa da região

 EMBATE- A sessão da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI) de quinta-feira (15) foi marcada por uma longa discussão sobre uma Moção de Congratulações e Elogios conferida à empresa Itaguaí Construções Navais (ICN) pelo vereador Ivan Charles (PSB). O embate começou assim que foi feita a leitura do requerimento relativo à moção e da justificativa do autor para homenagem à empresa.

O vereador Ivan Charles disse que esteve na ICN há cerca de uma semana para entregar um convite ao diretor Carlos Alberto de Oliveira, para a segunda audiência pública sobre empregabilidade e a criação do Conselho Municipal do Emprego e Renda, que será realizada no dia 26, no Plenário da CMI. O vereador ressaltou que o diretor da ICN mostrou-lhe uma listagem de mais 700 funcionários que trabalham de carteira assinada e moram em Itaguaí.  Segundo o parlamentar, o diretor da ICN, Carlos Alberto, está há um mês tentando uma reunião com o prefeito Carlo Busatto Junior (PMDB), o Charlinho, para formar uma parceria com Centro de Oportunidade, destinada a empregar muito mais trabalhadores da cidade. “Infelizmente, o senhor Carlos Alberto não está conseguindo uma agenda com o prefeito”, disse Ivan Charles, apelando para colega líder de governo, Sandro da Hermínio, na tentativa de Convencê-lo a fazer uma aproximação entre o diretor da ICN e o prefeito Charlinho.

O vereador Gil Torres iniciou seu discurso dizendo que votaria contra a moção e solicitando os demais colegas da base aliada para que o acompanhassem. “Para mim é uma empresa que não prioriza o município e o munícipe de Itaguaí. Tem muitos trabalhadores que estão desempregados passando necessidade e a empresa vem alegar que está dando prioridade a trabalhadores do município”, questionou o parlamentar, lembrando que foi muito criticado por dar cartas de apresentação para trabalhadores desempregados comparecerem à ICN. “Se tiver dar cartas de apresentação eu vou dar. Sendo munícipe ou não, querendo almejar uma oportunidade, eu vou dar a carta, sim, para qualquer empresa dentro do município baseada na Lei 3510. A ICN se sentiu incomodada e foi para o Jornal ATUAL. Me mandou ofício depois, dizendo que não iria aceitar mais cartas e currículos de munícipes”, desabafou o parlamentar. 

O vereador Eliezer Lage Bento (PRTB) disse que não tem nada contra a ICN, mas que votaria contra a moção por conta da falta de consideração da empresa com as autoridades municipais durante uma solenidade no dia 20 fevereiro, quando os convites forem entregues à CMI no próprio dia do evento, às 16h30. O vereador disse que não foi à solenidade, mas soube pelos colegas que foram apresentados e ficaram à margem. “Primeiro aconteceu com o prefeito Charlinho, que é a maior autoridade da cidade, assim como o presidente desta casa também não teve o tratamento que deveria”, justificou o vereador, insistindo que nada tem contra a ICN.

Após toda a polêmica, o vereador Ivan Charles retirou o requerimento de Moção de Congratulações e Elogios à ICN. “Vamos esperar até o dia 26, que vossas excelências estejam aqui presentes para contestar diretamente com os representantes da ICN”, ponderou o vereador. 

HOMENAGEM

Antes do início da sessão, os vereadores prestaram um minuto de silencio em homenagem póstuma à vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, assassinada brutalmente na noite de quarta-feira (14).  

 

WELINGTON CAMPOS

welington.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.