Feb 21, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

Mangaratiba intensifica combat…

PREVENÇÃO- A Secretaria Municipal de Saúde de Mangaratiba (SMSM) anunciou ontem ...

Sobe para 33 o número de morto…

CONFIRMADOS- Sobe para 33 o número de mortos pela febre amarela no estado do Rio...

Apresentação dos alunos da ofi…

CULTURA- Os alunos da oficina de verão de teatro de Itaguaí terão que esperar um...

Governo anuncia ampliação do Aeroporto de Angra

Publicado em Poder
Ler 329 vezes
Avalie este item
(0 votos)

TRANSPORTE- O subsecretário estadual de Transporte do Rio, Delmo Pinho, informou que o Aeroporto de Angra dos Reis será ampliado. A afirmação foi feita à Folha de São de Paulo.  De acordo com Delmo Pinho, as obras começam neste ano depois de uma licitação e serão concluídas em 2019. O investimento, a cargo do Governo Federal, é de R$ 31 milhões. A pista, que tem atualmente 917 metros, alcançará 1.200 metros, o que vai exigir, entre outras medidas, a construção de um aterro de 100 m sobre o mar. Para efeito de comparação, a pista do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, tem 1.940 m, e a do Santos Dumont, no Rio, 1.323 m.

Ampliado, o aeroporto de Angra se tornará apto para receber aviões com até 50 lugares. Hoje, prevalecem aeronaves com, no máximo, 12. O local já recebe voos regionais regulares nos finais de semana, mas eles não atendem a demanda de turistas em razão da baixa capacidade dos aviões. O subsecretário acredita que a reforma atrairá empresas proprietárias de aeronaves maiores, interessadas em promover voos regulares para as cidades de São Paulo, Rio e Belo Horizonte.

Para João Willy, presidente da Fundação de Turismo de Angra dos Reis (TurisAngra), o equivalente à secretaria municipal do setor, a ampliação da pista vai melhorar o acesso dos turistas à cidade, tornando-a menos dependente da via terrestre. "A rodovia Rio-Santos é sinuosa, complicada", diz Willy. "Falta sinalização." Segundo o presidente da TurisAngra, os engarrafamentos no trecho da Rio-Santos entre Itacuruçá, distrito de Mangaratiba, e Angra se estendem por até três horas durante a alta temporada.

ESTAÇÃO METEOROLÓGICA

O projeto em Angra também inclui a construção de um terminal de passageiros, com 600 m², e de um estacionamento, com cerca de 50 vagas para carros. Segundo Pinho, serão instalados ainda novos equipamentos de proteção aos voos. O principal deles é a estação meteorológica de superfície automática, que permitirá acompanhamento mais minucioso dos fenômenos atmosféricos. Só a estação custará R$ 2 milhões. A área pertence à União, mas é administrada, sob regime de concessão, pela empresa Angra Aeroportos.

OUTRAS PISTAS

Hoje, entre as cidades do trecho fluminense da Costa Verde, a pista mais extensa é de propriedade particular. Com 1.200 m, ela fica no condomínio Portobello, em Mangaratiba, onde os jogadores Neymar e Emerson Sheik têm mansões. Seu uso é bastante restrito, portanto. Já o aeroporto de Paraty, administrado pela prefeitura, é ainda mais modesto que o de Angra. Tem apenas 700 m e não pode ser ampliado devido à existência de residência nas proximidades. Segundo Delmo Pinho, os aeroportos de outras duas cidades do Estado também passarão por reformas. Mas os valores ficam bastante aquém do destinado a Angra. Resende recebeu R$ 7 milhões, e Itaperuna, R$ 3 milhões.