Feb 21, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

Mangaratiba intensifica combat…

PREVENÇÃO- A Secretaria Municipal de Saúde de Mangaratiba (SMSM) anunciou ontem ...

Sobe para 33 o número de morto…

CONFIRMADOS- Sobe para 33 o número de mortos pela febre amarela no estado do Rio...

Apresentação dos alunos da ofi…

CULTURA- Os alunos da oficina de verão de teatro de Itaguaí terão que esperar um...

Alerj será posto de vacinação contra Febre Amarela no sábado

Publicado em Poder
Ler 218 vezes
Avalie este item
(0 votos)

CAMPANHA- O Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), será um dos pontos de vacinação contra a febre amarela no sábado (27), das 8h às 17h, quando acontece o dia D de vacinação em todo o estado. O serviço será oferecido dentro do departamento médico da Alerj. A população terá acesso aos consultórios pela entrada lateral do Palácio. Duas mil doses estarão disponíveis.

A campanha promovida pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) também acontecerá em unidades municipais de saúde, 29 UPAs, dez hospitais estaduais, oito tendas montadas pelo governo, 30 quartéis do Corpo de Bombeiros, cinco unidades batalhões da Polícia Militar e no Hospital Universitário Pedro Ernesto (Uerj).

 Na campanha será oferecida a vacina fracionada, para pessoas entre 2 anos e 59 anos de idade, mulheres que estejam amamentando crianças maiores de seis meses e idosos com mais de 60 anos que tenham sido avaliados por um clínico-geral. A Secretaria de Saúde alerta que crianças entre nove meses e dois anos de idade, pessoas com condições clínicas especiais - vivendo com HIV/Aids, ao final do tratamento de quimioterapia, pacientes com doenças hematológicas —, gestantes e viajantes que desejarem o certificado internacional seguirão tomando a dose integral da vacina.

A fração corresponde a um quinto da dose original, e oferece proteção por, pelo menos, oito anos. A prefeitura do Rio destacou que não houve casos confirmados de febre amarela na cidade, nem em seres humanos, nem em macacos. Por conta disso, a recomendação é que as pessoas incluídas no grupo de contra indicação não tomem a vacina.