Dec 11, 2017 Last Updated 2:50 AM, Dec 11, 2017

Destaques

Jovens encabeçam caminhada pel…

O intuito do evento é dar um exemplo de que é possível reunir diversas religiões...

Nuclep mira novos contratos de…

Além de novos contratos no setor, empresa entregará equipamentos de Angra 3 até ...

Igreja em Itaguaí receberá uni…

Essa é uma oportunidade para aqueles doadores que não podem se dirigir aos ponto...

Marcha Para Jesus é realizada em Itaguaí, sem supervisão da Sectran

Evento foi marcado pelo esforço dos organizadores em conduzir a multidão pelas ruas da cidade Evento foi marcado pelo esforço dos organizadores em conduzir a multidão pelas ruas da cidade FOTO RENATA PIRES
Publicado em Cotidiano
Ler 279 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Evento arrasta mais de 500 pessoas pela via principal da cidade e prepara shows gospel em praça pública

 

LOUVOR - Evento gospel em Itaguaí, a 7º edição da Marcha para Jesus aconteceu na tarde de ontem (15), no feriado da Proclamação da República. O movimento reuniu cerca 500 de pessoas que louvaram e clamaram pela paz na cidade.  A concentração inicial foi no Ciep 300, no bairro Santana. Os participantes saíram por volta das 19h e seguiram pela Avenida Deputado Octávio Cabral, no Centro, atrás do trio elétrico, ao som de músicas evangélicas. Foram mais de 3 quilômetros de caminhada até chegar à Praça Vicente Ciccarino, onde foi montada uma estrutura para receber o público e as bandas gospel. Segundo o idealizador do projeto, New Júnior o número de pessoas foi inferior ao esperado. “Minhas expectativa era de mais de 1000 pessoas, mas estou feliz porque tudo é para glória de Deus. E a Bíblia em Mateus 18.20 que onde estiverem dois ou três reunidos em nome do Senhor, ali ele estaria”, declarou New.

O show foi marcado pela presença da banda do Ministério Sei que Me Amas, que abriu o evento musical, seguido do Ministério Vaso de Barro. Depois foi a vez da cantora Monique Vitorino subir ao palco para entoar canções que falam ao coração. Pastores da região intercederam pela família, pelo fim da violência na região e pelo governo da cidade. O Ministério Coral Servos também esteve presente. E para encerrar a festividade, os músicos do Ministério Asafe.

Sem monitoramento

 

O público percorreu o trajeto de mais de três quilômetros sem a presença de escolta da guarda municipal. As pessoas envolvidas na organização se revezaram para orientar o trânsito e evitar acidentes na via principal da cidade até a chegada ao ponto de encontro na Praça Vicente Ciccarino. Uma pessoa que não quis se identificar, disse que foi solicitado a Secretaria Municipal de Trânsito a presença de agentes, mas o pedido foi negado. Até o fechamento desta matéria, não conseguimos contato com o secretário de Trânsito, Nelson Donato Sobrinho. 

 

 

Renata Pires

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.