Loading...
Jul 18, 2018 Last Updated 12:59 PM, Jul 18, 2018

Desempregados protestam e Haroldo de Jesus fala como nunca

Publicado em Poder
Ler 2384 vezes
Avalie este item
(0 votos)

O novato usou a tribuna para rebater um colega da base e defender o pai, que é secretário de Desenvolvimento

A VOZ Tudo levava a crer que a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Itaguaí, da noite desta terça-feira (19), seria como as outras: longas discussões sobre pedidos de urgência para matérias do Executivo, desacordo entre os edis sobre o Regimento Interno e rolo compressor. Tudo isso aconteceu, mas um protesto de desempregados itaguaienses, cobrando dos vereadores que cobrassem das empresas que empregassem mais munícipes, deu um outro tom à assembleia. E até o impensado, o inesperado, o inédito aconteceu: o vereador Haroldo de Jesus (PSDB) tomou a tribuna e falou.

Muitos falaram. No caso do vereador Haroldo, ele usou a tribuna para defender a honra do pai. Ao defender que a lei de sua autoria – que trata da obrigatoriedade de que as empresas instaladas em Itaguaí empregue 70% de mão de obra local – o vereador Eliazer Lage Bento, o Zezé (PRTB) pediu que o, “pai de vossa excelência”, se dirigindo ao vereador do PSDB fiscalizasse as empresas para saber se elas estão de fato cumprindo a lei. A solicitação é pertinente, já que o pai, no caso, é o secretário de Desenvolvimento Econômico e Social, Beto da Reta.

Haroldo de Jesus não gostou muito das solicitações do colega. Partiu para a tribuna e disse que da forma como Zezé falava, parecia que o pai tinha benefício por não fiscalizar. “Não é o caso”, disse o filho em defesa da honra do pai. “Primeiro, quando o senhor fala ‘pai de vossa excelência’ parece que tem algum vínculo. Mas o meu mandato é totalmente independente do dele. Parece que tem algum vínculo. E segundo, parece que ele está levando alguma contrapartida. Acho que deve haver uma força tarefa da Câmara, junto ao prefeito, e todos nós cobrarmos”, disse. O jovem do PSDB ainda lembrou os problemas de governos passados e disse que o que o pai mais quer “é a empregabilidade no município”, concluiu em nome do pai.

O vereador Zezé se desculpou. Mas ficou claro que assim como todos foram apanhados de surpresa, ele também foi. Ninguém esperava que um vereador, que nunca fala, usasse a tribuna para, justamente, entrar num embate com um colega da base. Novos ventos. Só espera-se que não sejam como os do furacão Maria.

DESABAFO

Toda a discussão veio à tona depois que o vereador Gil Torres (PTN), que tem sido criticado por emitir cartas de apresentação para que pessoas que procuram empregos levem às empresas, elogiou o protesto pacífico dos desempregados presentes à sessão. Logo, o protesto deixou de ser calmo e se transformou num imenso desabafo de quem está sem trabalho e acha que os vereadores, em quem votaram, fazem muito pouco por seus eleitores.

A plateia tomou o discurso e o presidente da Casa, Dr. Rubem Ribeiro (PTN) interrompeu a sessão por dez minutos. Na volta, Gil Torres se defendeu de ataques que estaria sofrendo nas redes sociais. Mencionou o ofício da ICN enviado ao seu gabinete e chegou a sugerir uma CPI para investigar as empresas que mais devem à prefeitura.

Além da sugestão de CPI e força tarefa, durante a sessão surgiu outra. O vereador Ivanzinho (PSB) propôs que a Casa realize uma audiência pública para convocar todas as grandes empresas e que elas exponham o porquê de não cumprirem a lei municipal e empregar mão de obra local.

Os manifestantes protestaram mais uma vez e cobraram mais ação dos edis. Prometeram encher a Casa na próxima sessão e pediram que os parlamentares deixassem de ‘enrolação’. Cenário: desempregados em nítido estado de saturação.

Dilceia Norberto

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais Poder

Justiça determina prisão preventiva de Luciano Mota

 Ex-diretor de Informática também tem... (leia mais)

Vereador relata mais um descaso na saúde de Itaguaí

Willian Cezar oficializou denúncia crime... (leia mais)

Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019

Dispositivo que proibia reajuste salarial... (leia mais)

Últimas Notícias

Mangaratiba vai ganhar unidade do Sine-RJ

 Prefeitura e Estado selam acordo... (leia mais)

Alunos do EJA participam de formatura em Seropédica

SOLENIDADE A Escola Municipal Ronald... (leia mais)

Seropédica promove arraiá para idosos

EVENTO As festividades juninas ainda... (leia mais)

Sinal de TV digital mais próximo de Mangaratiba

Beneficiários de programas sociais já... (leia mais)

Vagas para pessoas com deficiência em Mangaratiba

OPORTUNIDADE O Balcão de Empregos... (leia mais)