Sep 19, 2017 Last Updated 9:26 PM, Sep 18, 2017

Mangaratiba qualifica fisioterapeutas

A QUALIFICAÇÃO foi realizada no salão de convenções do Hotel Portobello A QUALIFICAÇÃO foi realizada no salão de convenções do Hotel Portobello FOTO DIVULGAÇÃO/PMS
Publicado em Cotidiano
Ler 194 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Profissionais participam de ciclo de palestras com foco no atendimento de crianças e adolescentes com deficiência

 APRIMORAMENTO A Coordenadoria de Fisioterapia da Secretaria de Saúde e Defesa Civil de Mangaratiba promoveu ontem o I Ciclo de Palestras da Fisioterapia da cidade com o objetivo de qualificar os profissionais da rede pública de saúde do município para o atendimento de crianças e adolescentes com deficiência. A qualificação foi realizada no salão de convenções do Hotel Portobello.

O projeto teve como foco a discussão de temas relacionados ao diagnóstico e tratamento de diversas doenças da infância e juventude. Coordenadora de Fisioterapia, Ariane dos Santos destacou a importância do conhecimento para a melhoria dos serviços prestados à população. “A capacitação foi destinada aos fisioterapeutas, mas convidamos profissionais de outros setores, como médicos e enfermeiros, por entendermos que o resultado é muito melhor quando trabalhamos em parceria e com equipes comprometidas. Em breve vamos dar início aos projetos do Centro de Fisioterapia e do Centro de Reabilitação, e já estamos preparando nossos profissionais para isso”, adiantou.

A iniciativa contou ainda com a parceria da Secretaria Municipal de Educação. “Vamos sempre buscar as parcerias para capacitar cada vez mais nossos profissionais. A orientação do prefeito é oferecer para os usuários da rede pública de saúde um atendimento de referência, e com essa ação, nossos fisioterapeutas vão poder aplicar todo esse conhecimento no seu trabalho”, disse A superintendente de Educação, Maria Antônia Rosa.

A fisioterapeuta Vanessa Adeodato destacou a importante participação dos professores no evento. “Foi de grande valia a presença deles. Os primeiros sinais de algumas doenças graves aparecem na primeira infância, e o olhar do educador é essencial, ele pode perceber esses sinais sutis no dia a dia escolar e auxiliar a família da detecção da doença. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento e reflete diretamente na qualidade de vida da criança”, disse.

As palestras trataram de temas como “Distrofia Muscular de Duchenne”, com as palestrantes Vanessa Adeodato (fisioterapeuta) e Andressa Federhen (enfermeira), do Centro de Apoio Duchenne; “Encefalopatia Crônica da Infância”, com a palestrante Layla Kelen (fisioterapeuta da rede municipal); “Microcefalia”, ministrado pela médica Ana Cláudia Vianna; “Equoterapia na Reabilitação de Crianças e Adolescentes com Deficiência”, com a palestrante Margarida Guedes (médica). A psicopedagoga da Secretaria de Educação, Deise Brasil, também ministrou uma palestra.

Mais Poder

Mangaratiba terá Posto Avançado do INSS

Por intermédio do deputado Alexandre... (leia mais)

Contradição marca sessão ordinária em Itaguaí

Após reprovar requerimento de informação... (leia mais)

Câmara rejeita solicitação de líder do governo

Parlamentares de Itaguaí votaram contra... (leia mais)

Está em vigor lei que põe Itaguaí acima da LRF

Para suprapartidários, nova legislação pode... (leia mais)

Últimas Notícias