Sep 19, 2017 Last Updated 9:26 PM, Sep 18, 2017

Empresa de vereador prestaria serviço para Prefeitura de Itaguaí

A van que pertenceria à empresa do vereador Sandro da Hermínio com adesivo de prestadora de serviço da Prefeitura A van que pertenceria à empresa do vereador Sandro da Hermínio com adesivo de prestadora de serviço da Prefeitura FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Poder
Ler 429 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Veículo faria transporte de pacientes da saúde e seria abastecido com combustível da Secretaria de Transporte

RELAÇÕES O munícipe que precisa fazer exames e procedimentos médicos e utiliza o transporte cedido pela Prefeitura de Itaguaí, não faz ideia de que o veículo não faz parte da frota própria adquirida pelo governo anterior. Na verdade, o carro pertence à empresa de um dos principais garantidores de que todas as vontades do prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho (PMDB), sejam feitas na Câmara de Vereadores. Isso mesmo, a empresa do líder do governo, Sandro da Hermínio (PT do B), teria sido contratada para locar pelo menos um carro para o Executivo.

A Van em questão é um Fiat Ducato, de placa OZQ 0243, pertencente a Hermínio Comércio e Locação de Veículos, empresa do vereador Alexandro Valença de Paula (PTdoB), o Sandro da Hermínio, conforme relata sua declaração de bens que fez junto à Justiça Eleitoral, onde afirma possuir 33% das ações da Hermínio Veículos, equivalentes a R$ 20 mil.

O veiculo, que é particular, abastece todos os dias com combustível da Prefeitura. No painel consta afixado um aviso, com direito ao brasão do município, que diz: “A serviço da Prefeitura de Itaguaí”.

DADOS DIFERENTES NA RECEITA

Apesar de ter declarado ser sócio junto à Justiça Eleitoral em 2016 e constar ainda no site consultasocio.com, seu nome não aparece mais na sociedade, conforme pesquisa no site da Receita Federal, onde constam apenas como sócios Mauro Cesar Soares, o Dedé da Hermínio, e Dirco de Moura Soares. Outro dado diferente é o capital da empresa, que ora aparece sendo de R$ 400 mil na Receita Federal, diferente dos R$ 60 mil que declarara ter de capital social a empresa no ano passado.

Outra mudança significativa na razão social da empresa é a alteração da atividade principal que passou a constar como “Serviço de transporte de passageiros - locação de automóveis com motorista”.

Há outras informações diferentes na declaração de bens de Sandro feita à Justiça Eleitoral, onde, por exemplo, não consta a informação de que ele é sócio com 25% de capital da Transportadora Hermínio de Cargas e Produtos Perigosos Ltda – ME, a Hermínio Ambiental. No site consultasocio.com não aparece seu nome como sócio da Unidas de Itaguaí Comércio de Veículos Ltda, que ele declarou ser dono com 25% junto à Justiça Eleitoral. Por que essa diferença no nome da empresa? Teria algum motivo especial em registrar o nome irregularmente?

A relação de Sandro com a Hermínio é incontestável, o próprio nome de campanha revela. Mas fica a pergunta: por que ele não configura mais na sociedade? Será que o vereador pensou que sair sorrateiramente da sociedade iria viabilizar qualquer relação comercial com a Prefeitura sem deixa vínculos ou suspeitas de ser uma relação de conluio com a municipalidade?

O ATUAL entrou em contato com a Prefeitura e com o vereador Sandro da Herminío por e-mail mas não obteve resposta até noite de segunda-feira (28).

Mais Poder

Mangaratiba terá Posto Avançado do INSS

Por intermédio do deputado Alexandre... (leia mais)

Contradição marca sessão ordinária em Itaguaí

Após reprovar requerimento de informação... (leia mais)

Câmara rejeita solicitação de líder do governo

Parlamentares de Itaguaí votaram contra... (leia mais)

Está em vigor lei que põe Itaguaí acima da LRF

Para suprapartidários, nova legislação pode... (leia mais)

Últimas Notícias