Nov 19, 2017 Last Updated 5:46 PM, Nov 17, 2017

Governistas incitam desrespeito ao Regimento Interno

Vereador Zezé diz que liberou matérias e diz que se autores quisessem colocar em votação naquele mesmo dia, poderiam Vereador Zezé diz que liberou matérias e diz que se autores quisessem colocar em votação naquele mesmo dia, poderiam (FOTO CLEITON BEZERRA)
Publicado em Poder
Ler 647 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Durante sessão, vereador anuncia que liberou matérias e sugere que autores coloquem em votação

DESORDEM A sessão ordinária da última quinta-feira (17) não foi apenas para arquivar o pedido de abertura de uma Comissão Especial Processante (CEP) para investigar o prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho (PMDB). Serviu também para uma leve incitação ao desrespeito ao Regimento Interno feita pelos veteranos vereadores Carlos Kifer (PP) e Eliezer Lage Bento, o Zezé (PRTB). Ambos sugeriram que vereadores colocassem matérias em pauta para serem votadas naquele mesmo dia, sem que as matérias tivessem entrado previamente na Ordem do Dia.

Logo após leitura e aprovação da ata da sessão anterior, o vereador Zezé foi à tribuna para falar que havia liberado matérias que estavam com ele para vistas. Ele liberou dois projetos do vereador Willian Cezar (PSB) e uma do vereador Ivanzinho (PSB) e na passagem disse que manteve outras porque estava com dúvidas sobre a possibilidade de já existirem na Casa. “Mas a do vereador Willian já está liberada, se o vereador quiser já pode colocar em votação hoje. E também a do vereador Ivanzinho. A decisão é deles. Por mim, essas matérias podem ser votadas hoje, se eles decidirem assim. Dos três projetos de lei, tem dois que acho que deveria entrar como indicação, mas isso fica a cargo do vereador. O vereador decide se coloca como projeto ou como indicação. Eu acho que deveria entrar como indicação. O fato é que as matérias foram devolvidas e cabe ao vereador colocar na Ordem do Dia para votar ou não ainda hoje”, afirmou Zezé.

Kifer apoiou o colega. “As matérias não estão aí? Coloca para votar logo essas três matérias que estavam desaparecidas. Desaparecidas não. Elas estavam com vereadores para pedido de vista. Vamos votar logo hoje. Já que a matéria está aí. Vamos provar que essa Casa não quer segurar matéria nenhuma. Vota logo hoje”, incitou o pepista.

A ‘casca de banana’ foi lançada. Nem Ivanzinho, nem Willian escorregaram. O último reclamou mais uma vez de o presidente da Casa, Dr. Rubem Ribeiro (PTN), não colocar as matérias para serem votadas e justificou o porquê de não colocar projetos de sua autoria, liberados pelo vereador Zezé, para serem votados ainda naquela sessão.

“Vejo hoje que entraram na pauta projetos recém-protocolados na pauta e projetos meus estão ficando na teia de aranha. Então, mais uma vez, senhor presidente, eu peço que coloque os projetos para serem votados. Se algum vereador é contra, que se coloque aqui e vamos discutir no campo político, vamos aprovar ou reprovar esses projetos, mas eles têm que vir para cá [...]. Eu só não vou pedir para colocar em votação, como o vereador Zezé sugeriu que colocasse hoje, porque eu respeito o Regimento Interno e os demais colegas. Porque para a matéria ser votada, ela tem que estar na pauta, pelo menos 24 horas antes”, explicou Willian Cezar.

A sessão transcorreu com muitas discussões, mas o regimento, embora citado muitas vezes, não fora desrespeitado.

 

Dilceia Norberto

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.