Sep 19, 2017 Last Updated 9:26 PM, Sep 18, 2017

Deputados apresentam proposta para ajudar endividados

VALLE E Russomano acreditam que a proposta será colocada em votação no segundo semestre VALLE E Russomano acreditam que a proposta será colocada em votação no segundo semestre (FOTO DIVULGAÇÃO)
Publicado em Poder
Ler 596 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Projeto de Lei de Alexandre Valle e Celso Russomano estabelece a recuperação judicial da pessoa física, com um juiz auxiliando a negociação

ORGANIZAÇÃO Os deputados federais Alexandre Valle (PR-RJ) e Celso Russomano (PRB-SP), autores do Projeto de Lei 7590/2017, acreditam que a proposta será colocada em votação na Câmara dos Deputados nesse segundo semestre. O PL é como uma Lei das Falências para a pessoa física endividada, estabelecendo a figura de um juiz para auxiliar na negociação e fixação de valores dentro do orçamento da família.

A competência de um juiz para processar e julgar a recuperação judicial de pessoas físicas tem como objetivo dar transparência e igualdade ao processo, que até o momento fica nas mãos dos bancos, corretoras e afins. Na última semana, o deputado Juscelino Filho (DEM-MA) foi designado relator do projeto de lei na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde foi estabelecido o prazo de cinco sessões para apresentação de eventuais emendas. Restam ainda as sessões marcadas para os dias 23 e 24 de agosto.

Alexandre Valle está otimista quanto a um parecer favorável do relator e que o relatório também deve ser aprovado na CCJ. Posteriormente, será de responsabilidade da presidência da Câmara dos Deputados estabelecer uma data para votação em plenário.

Somente no mês de julho, o volume de consumidores negativados no país chegou a 59,4 milhões de pessoas, segundo levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL). Os quase 60 milhões de negativados representam 39,3% da população brasileira com idade entre 18 e 95 anos, refletindo as dificuldades impostas às famílias pelo desemprego elevado.

Além da necessidade de geração de empregos, Valle afirma que o Congresso Nacional precisa votar medidas para auxiliar as famílias endividadas. Segundo o parlamentar, é de interesse do governo federal que o projeto de lei avance na Câmara dos Deputados e, posteriormente, seja sancionado pela presidência da República. “O povo brasileiro é honesto, trabalhador, mas faltam oportunidades para sair do endividamento. Apresentei esse projeto pensando na pessoa que adquire bens variados, como um imóvel, um veículo, mas se vê em dificuldades de pagar a dívida, correndo risco de perder seu patrimônio. A ideia é dar oportunidade para o cidadão regularizar sua vida sem ter que bagunçar ainda mais as finanças”, explica Alexandre Valle.

Ainda de acordo com os autores, o projeto de lei não é uma concessão de benefício aos maus pagadores. Os credores do devedor em recuperação judicial conservam seus direitos e quem entrar no regime de recuperação judicial da pessoa física não poderá fazer uma nova solicitação num prazo de cinco anos.

Segundo o colunista Maurício Lima, de Veja, o presidente da República, Michel Temer, ouviu a sugestão da boca do deputado Alexandre Valle e gostou da proposta. Com isso, pediu ao ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, para acelerar os trâmites no Legislativo.

Mais Poder

Mangaratiba terá Posto Avançado do INSS

Por intermédio do deputado Alexandre... (leia mais)

Contradição marca sessão ordinária em Itaguaí

Após reprovar requerimento de informação... (leia mais)

Câmara rejeita solicitação de líder do governo

Parlamentares de Itaguaí votaram contra... (leia mais)

Está em vigor lei que põe Itaguaí acima da LRF

Para suprapartidários, nova legislação pode... (leia mais)

Últimas Notícias