Dec 11, 2017 Last Updated 2:50 AM, Dec 11, 2017

Destaques

Jovens encabeçam caminhada pel…

O intuito do evento é dar um exemplo de que é possível reunir diversas religiões...

Nuclep mira novos contratos de…

Além de novos contratos no setor, empresa entregará equipamentos de Angra 3 até ...

Igreja em Itaguaí receberá uni…

Essa é uma oportunidade para aqueles doadores que não podem se dirigir aos ponto...

Itaguaí recebe recursos para reativação da UPA

Publicado em Poder
Ler 452 vezes
Avalie este item
(0 votos)

INVESTIMENTO O governador Luiz Fernando Pezão; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o secretário de estado de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Júnior; e deputados federais da bancada do Rio participaram ontem da solenidade que marcou o repasse de recursos de emendas parlamentares para o custeio de unidades de saúde do estado. Segundo o Governo do Estado, foram destinados R$ 55 milhões para o Hospital Geral de Nova Iguaçu e para 20 Unidades de Pronto Atendimento de todas as regiões do Rio.

A cerimônia foi realizada no Palácio Guanabara e contou com a presença do deputado federal Alexandre Valle, que entregou ao secretário de Saúde de Itaguaí, Carlos José Guimarães Graça, um cheque no valor de R$ 2 milhões de Reais, recursos destinados à UPA de Itaguaí. Segundo o parlamentar, o valor é referente às emendas da bancada federal, que foram distribuídas pelas unidades de saúde do estado. “Além dessas emendas, já destinei para Itaguaí mais de R$ 10 milhões de Reais de minhas emendas individuais”, disse Valle.

O Governo do Estado informou que o recurso garantido pela emenda parlamentar visa à manutenção de unidades da rede estadual. Como as UPAs municipais são as primeiras portas de entrada ao sistema de saúde e fundamentais para as cidades, parte dos valores foi destinada para a manutenção dessas unidades, que devido à crise do estado e dos municípios, estavam com o funcionamento prejudicado. “Mesmo diante da crise, estamos conseguindo manter as unidades estaduais funcionando, e isso nos permite direcionar boa parte desse recurso para os municípios no custeio das UPAs. O pleno funcionamento dessas unidades também contribui para desafogar a nossa rede”, disse o secretário de Saúde.