Feb 19, 2018 Last Updated 12:28 PM, Feb 16, 2018

Destaques

Mais uma doença de verão: Conj…

Com alto risco de contaminação, saiba como evitar esse grande incômodo na vista ...

Fortes chuvas castigam bairros…

Itaguaí e Seropédica sofreram com alagamentos e interrupção no fornecimento de e...

Hora do recadastramento de ser…

ALERTA AO CALENDÁRIO- O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Se...

Itaguaí recebe recursos para reativação da UPA

Publicado em Poder
Ler 864 vezes
Avalie este item
(0 votos)

INVESTIMENTO O governador Luiz Fernando Pezão; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o secretário de estado de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Júnior; e deputados federais da bancada do Rio participaram ontem da solenidade que marcou o repasse de recursos de emendas parlamentares para o custeio de unidades de saúde do estado. Segundo o Governo do Estado, foram destinados R$ 55 milhões para o Hospital Geral de Nova Iguaçu e para 20 Unidades de Pronto Atendimento de todas as regiões do Rio.

A cerimônia foi realizada no Palácio Guanabara e contou com a presença do deputado federal Alexandre Valle, que entregou ao secretário de Saúde de Itaguaí, Carlos José Guimarães Graça, um cheque no valor de R$ 2 milhões de Reais, recursos destinados à UPA de Itaguaí. Segundo o parlamentar, o valor é referente às emendas da bancada federal, que foram distribuídas pelas unidades de saúde do estado. “Além dessas emendas, já destinei para Itaguaí mais de R$ 10 milhões de Reais de minhas emendas individuais”, disse Valle.

O Governo do Estado informou que o recurso garantido pela emenda parlamentar visa à manutenção de unidades da rede estadual. Como as UPAs municipais são as primeiras portas de entrada ao sistema de saúde e fundamentais para as cidades, parte dos valores foi destinada para a manutenção dessas unidades, que devido à crise do estado e dos municípios, estavam com o funcionamento prejudicado. “Mesmo diante da crise, estamos conseguindo manter as unidades estaduais funcionando, e isso nos permite direcionar boa parte desse recurso para os municípios no custeio das UPAs. O pleno funcionamento dessas unidades também contribui para desafogar a nossa rede”, disse o secretário de Saúde.