Loading...
Sep 19, 2018 Last Updated 1:12 PM, Sep 19, 2018

Marcelo Oliveira lamenta oportunidades desperdiçadas

Marcelo Oliveira aponta o caminho para equipe, mas não foi suficiente para segurar a vitória Marcelo Oliveira aponta o caminho para equipe, mas não foi suficiente para segurar a vitória FOTO LUCAS MERÇON/FFC
Publicado em Esporte
Ler 130 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Tricolor parou duas vezes na trave e ficou no empate em 1 a 1 com o São Paulo

GOSTO AMARGO O Fluminense foi até o Morumbi no domingo e, diante do São Paulo, líder do Brasileirão, ficou no empate em 1 a 1. Apesar do ponto importante conquistado fora de casa, o técnico Marcelo Oliveira lamentou as oportunidades desperdiçadas pelo Tricolor, que jogou com um a mais desde a expulsão de Diego Souza, ainda na primeira etapa, e classificou o resultado como "meio amargo", devido às circunstâncias da partida.

ANÁLISE

“A sensação que ficou é de que perdemos dois pontos. Talvez, antes do jogo, a ideia de um empate aqui, pelo potencial do São Paulo, pela mobilização dos torcedores, poderia ser assim. Mas, com um jogador a mais e vencendo o jogo, deixamos fugir a vitória. Por mais que o São Paulo tenha tentado pressionar, não tiveram chances claras. Deixamos escapar a vitória em uma bola perdida, que estava nos nossos pés. Tivemos oportunidades de contra-ataques, mas não aproveitamos bem. No fim das contas, é um ponto, meio amargo, mas que pode valer muito na frente. Temos dois jogos em casa pela frente para tentar dar a arrancada que a gente necessita no campeonato”.

O JOGO

“Viemos aqui e nos alertamos para uma pressão inicial. Seria normal que o São Paulo, empurrado pela torcida e pelo bom momento, fosse para cima, tentando jogadas mais ofensivas, mas nós controlamos muito bem o jogo. Depois nos desorganizamos um pouco, começamos a errar alguns passes que o São Paulo aproveitou. No segundo tempo, troquei o Jadson, que já tinha amarelo, pelo Junior Dutra, porque entendi que teríamos mais espaços para contra-ataques. O São Paulo teve muito mérito na reação e nós tivemos uma desatenção na hora do gol. Não fizemos a leitura do jogo no sentido da arbitragem. O árbitro praticamente não marcou faltas. Deixou o jogo correr muito. Ficamos pedindo falta na hora do gol, que acho que não aconteceu, mas aí foi o nosso erro”.

MUDANÇAS

“A ideia era renovar o fôlego. O Luciano é um jogador que tem lançamento, chuta bem de fora da área, vem treinando muito bem. O Junior Dutra entrou na vaga de um volante para tentar puxar o contra-ataque. Acho que foi mais imposição e mérito do São Paulo do que acomodação do Fluminense. Tentamos os contra-ataques, tivemos a bola do jogo aos 42 minutos. O futebol é assim. O jogo é muito físico, quando temos oportunidades, como as duas bolas na trave, precisamos ter um pouco mais de poder de decisão para resolver o jogo”. (Fonte: site oficial do clube).

Últimas Notícias

Escolas estaduais que pedem socorro

Estruturas físicas debilitadas pela ação... (leia mais)

Tragédia anunciada em Seropédica

Imbróglio judicial entre a Comlurb... (leia mais)

Mangaratiba recebe palestra gratuita sobre neurovendas

Inscrições estão abertas para atividade... (leia mais)

Escola de Seropédica promove projeto literário

EDUCAÇÃO O Projeto Chá Literário... (leia mais)