Loading...
Aug 22, 2018 Last Updated 2:58 PM, Aug 17, 2018

Neymar, Jesus e Danilo vão a campo para trabalho com bola

NEYMAR TREINOU a parte física e também treinou com bola no campo dois da Granja Comary NEYMAR TREINOU a parte física e também treinou com bola no campo dois da Granja Comary FOTO LUCAS FIGUEREDO/CBF
Publicado em Esporte
Ler 276 vezes
Avalie este item
(0 votos)

SELEÇÃO Danilo, Gabriel Jesus e Neymar foram a campo na tarde de terça-feira (22). Sob a supervisão do preparador físico Ricardo Rosa, o trio trabalhou a parte física e também treinou com bola no campo dois da Granja Comary. A atividade durou cerca de quarenta minutos e deixou os jogadores animados. Rolou até uma disputa bem humorada de quem acertava mais as finalizações. O treino serviu para dar sequência na evolução dos atletas.

 No caso de Neymar, colocá-lo para realizar os movimentos corporais exigidos para a prática do futebol. Já Danilo e Gabriel, em fim de temporada nos seus clubes, o treinamento teve o objetivo de uma manutenção física. “Para o Neymar, fizemos um trabalho de propriocepção, pois ele está em processo de evolução com a bola. É o quarto trabalho dele após a liberação médica. Ele participou de um joguinho dois contra dois. Damos uma aumentada na intensidade das finalizações, mas sem goleiro para não exigir muito esforço. Temos que avaliá-lo no dia a dia, antes e pós-treino para saber como ele se sente, para não ter nenhum desconforto. Dando os estímulos e avaliando constantemente. No caso de Danilo e Gabriel, eles estão em final de temporada e com diminuição de carga de trabalho nas últimas semanas. Os dois trabalharam para manutenção física”,explica Ricardo Rosa.

Sylvinho, auxiliar técnico, e Taffarel e Rogério Maia, preparadores de goleiro, foram os responsáveis por auxiliar Rosa na atividade. Danilo, Jesus e Neymar participaram de um treino de finalizações, que consistia em acertar os golzinhos posicionados um ao lado de cada trave, com chutes de esquerda e direita. Empolgado, o trio se motivava e provocava a cada acerto. 

“A ideia de fazer o trabalho com bola é porque se torna um elemento incentivador, pois o atleta sabe que será mais dinâmico e prazeroso. Criamos a situação de disputa, no caso do joguinho, de saber quem vai ganhar. Isso tudo serve de incentivo, e enquanto eles estão se divertindo estão trabalhando a parte física também”, finaliza o preparador físico referindo-se às disputadas partidas de golzinho com Taffarel e Gabriel Jesus contra Neymar e Danilo. (Fonte: CBF).