Loading...
Jul 17, 2018 Last Updated 10:34 PM, Jul 15, 2018

Rodinei descarta revanche: “cada jogo é um jogo"

O lateral-direito Rodinei durante as atividades no CT George Helal,  nesta quarta-feira (21) O lateral-direito Rodinei durante as atividades no CT George Helal,  nesta quarta-feira (21) FOTO GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO
Publicado em Esporte
Ler 963 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Para lateral-direito, último jogo é passado e Flamengo tem que pensar na vaga

FLAMENGO O assunto no CT George Helal nesta quarta-feira (21) foi concentrado em cima de Paolo Guerrero. A volta do peruano aos treinos foi a principal notícia, mas o time não deixou o clássico de hoje em segundo plano, muito pelo contrário. O time treinou forte, preparou jogadas, passes rápidos e manteve a pegada para enfrentar o Fluminense na semifinal da Taça Rio, quinta-feira (22), no estádio Nilton Santos, às 20h.

Após as atividades, o lateral-direito Rodinei concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa Victorino Chermont, onde falou da volta do companheiro, do clássico e da competição. Confira os principais trechos abaixo da coletiva.

GUERRERO

“Ele chegou, cumprimentou todo mundo e ficou na resenha. Agora é esperar ele voltar a jogar para ajudar a gente. Não escondo de ninguém que sou fã do Guerrero. Devido aos problemas que passou, sabemos que não é fácil o que aconteceu. Ter ele aqui, acrescenta muito no ambiente antes do clássico”.

FLA-FLU

“Eles têm a vantagem do empate. Nós não levamos pelo lado da revanche, pois cada jogo tem uma história. Nosso time tem. A vantagem é deles, mas vamos para cima da vitoria. É um adversário perigoso. Perdemos a outra, mérito deles. Não vamos entrar em campo falando de revanche”.

CAMPEONATO CARIOCA

“O regulamento deixa a gente meio perdido, mas sabemos que, se ganharmos a Taça Rio, ficamos com a vantagem do empate na final. Por isso vamos entrar para vencer e tentar esse descanso maior no Carioca”.

PRESSÃO E AMBIENTE

“Nosso ambiente é de amigos. Estamos muitas vezes juntos em aniversários e festas. Isso tudo ajuda. Chega dentro de campo, cada um sabe seu papel, com seriedade, mas fora de campo temos muita amizade”.

RÉVER

“A importância do Réver todo mundo sabe. Mas se ele vai voltar, não sei. Tem que ver amanhã, quando ajeitaremos os últimos detalhes e aí ficaremos sabendo”.

TRABALHO DO CARPEGIANI

“A gente se cobra muito, a cobrança é diária. Nunca está bom. Sempre tem a próxima partida. Ganhamos do Emelec, não pode relaxar porque já vem a Portuguesa. Agora, um clássico. A equipe vem numa crescente e temos que continuar trabalhando. O futebol está muito nivelado e não podemos relaxar”. (Fonte: site oficial do clube).