Feb 21, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

UFRuralRJ está em pesquisa do …

Juntos, negros e pardos já representavam, há três anos, 47,5% do total de estuda...

Projeto Praia Verão 3ª Idade i…

Itacuruçá foi o primeiro núcleo a realizar as atividades com suas integrantes I...

Mais uma doença de verão: Conj…

Com alto risco de contaminação, saiba como evitar esse grande incômodo na vista ...

Número 1 do mundo nas duplas, Marcelo Melo joga o Rio Open 2018

Melo disputou todas as edições do Rio Open e foi vice-campeão em 2014, ao lado de David Marrero Melo disputou todas as edições do Rio Open e foi vice-campeão em 2014, ao lado de David Marrero FOTO DIVULGAÇÃO
Publicado em Esporte
Ler 263 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Mineiro vive o melhor momento de sua carreira e retorna ao ATP 500 carioca. Parceiro ainda não está definido

TÊNIS- Na semana em que completou 44 semanas na liderança do ranking mundial, Marcelo Melo confirmou sua presença na edição de 2018 do Rio Open apresentado pela Claro. O 'gigante' mineiro se junta a Bruno Soares e Jamie Murray no evento que acontece no Jockey Club Brasileiro entre 19 e 25 de fevereiro.

Melo disputou todas as edições do Rio Open e foi vice-campeão da primeira, em 2014, ao lado de David Marrero. Aos 34 anos, o mineiro tem incríveis 29 títulos de ATP no currículo, com destaque para Roland Garros em 2015 (com o croata Ivan Dodig) e Wimbledon em 2017 (com o polonês Lukasz Kubot), além de oito troféus de Masters 1000. "Estou muito feliz de poder mais uma vez jogar o Rio Open, que é um torneio muito especial para nós brasileiros, especialmente por ser disputado no Rio de Janeiro, uma das cidades mais lindas do mundo. Muita gente gosta do torneio e quer jogá-lo. Os jogadores sabem como é legal participar desse torneio no Brasil, que cuida muito bem dos tenistas. Em 2016 eu tive a surpresa de ter sido homenageado por virar número 1, então é uma felicidade muito grande voltar", disse Melo.

A participação de Melo garante três campeões de Grand Slam na chave de duplas, contando com Soares e Murray. Parceiro habitual de Melo, o polonês Lukasz Kubot ainda está definindo seu calendário para fevereiro e, por isso, Melo ainda não pode confirmar com quem joga no Rio. A dupla número 1 do mundo já faturou o ATP de Sydney neste ano.

Seja qual for o parceiro, o mineiro tentará quebrar o "jejum" do Brasil na competição. Os vencedores das edições anteriores foram os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal (2014 e 2016), Oliver Marach e Pablo Andujar (2015) e Pablo Cuevas e Pablo Carreño Busta (2017). “Para o Brasil é um marco ter um tenista número um do mundo, como o Marcelo e tê-lo no Rio Open, nesse momento da carreira dele é uma honra. A cada ano ele e o Bruno vão conquistando mais e mais títulos e batendo recordes no circuito. A presença deles fortalece o Rio Open e dá uma chance enorme para os fãs de ver os caras que estão conquistando Grand Slams aqui dentro de casa,” disse Luiz Carvalho, Diretor do Rio Open.

O Rio Open é o primeiro ATP World Tour 500 da história do Brasil e integra o seleto grupo de 13 torneios denominados ATP 500, sendo um dos 22 mais importantes do calendário da ATP. Isso o credencia como o maior evento esportivo anual do Rio de Janeiro e um dos únicos torneios ATP 500 de saibro no mundo.

Mais Esporte

Alberto Valentim é apresentado no Botafogo

NOVO COMANDANTE- O treinador Alberto... (leia mais)

Zé Ricardo parabeniza torcida pelo apoio

O treinador também enalteceu a... (leia mais)

Robinho destaca treinos coletivos

PREPARAÇÃO- O Fluminense se reapresentou... (leia mais)

Últimas Notícias