Feb 21, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

UFRuralRJ está em pesquisa do …

Juntos, negros e pardos já representavam, há três anos, 47,5% do total de estuda...

Projeto Praia Verão 3ª Idade i…

Itacuruçá foi o primeiro núcleo a realizar as atividades com suas integrantes I...

Mais uma doença de verão: Conj…

Com alto risco de contaminação, saiba como evitar esse grande incômodo na vista ...

É TETRA! Flamengo conquista Copa São Paulo 2018

A concentração rubro-negra foi primordial para manter o placar e, no apito final gritar é campeão A concentração rubro-negra foi primordial para manter o placar e, no apito final gritar é campeão FOTO: STAFF IMAGES/FLAMENGO
Publicado em Esporte
Ler 410 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Com gol cedo e atuação segura, Mais Querido vence o São Paulo por 1 a 0 e leva a taça

CAMPEÃO- A história é antiga: craque o Flamengo faz em casa. E, pela quarta vez, o Mais Querido conquistou o mais importante título de futebol de base do país. A maioria adversária nas arquibancadas foi só mais um obstáculo superado na trajetória de garotos guerreiros e, nesta quinta (25), a vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo selou o título.

O primeiro gol saiu antes que os times sequer pensassem no jogo. Com dois minutos de bola rolando, Pepê cobrou escanteio com capricho, Wendel cabeceou na lateral da rede e marcou o único gol.

O São Paulo buscou a vitória e intensificou os esforços no segundo tempo, mas parou na capacidade tática rubro-negra e em belíssimas defesas de Yago.

A vantagem não mudou o estilo rubro-negro de jogar. Com muitos passes nas saídas de bola e escapadas pelas pontas do campo, o Flamengo não se deixou dominar pelo adversário e conseguiu boas jogadas mesmo nos momentos de maior pressão.

Pepê acertou belo lançamento aos 19 e Lucas Silva recebeu, mas acabou finalizando para fora. O autor da assistência do gol apareceu bem também aos 23, ao driblar pela direita e bater cruzado, balançando a rede pelo lado de fora.

A pressão tricolor se intensificou na segunda etapa, mas o Mais Querido não perdeu a forma de jogar e, mesmo com menos posse de bola, não deu espaços para finalizações do adversário.

O preço de nove jogos em 22 dias foi cobrado e Pepê, Bernardo e Bill sentiram dificuldades físicas, sendo substituídos por Patrick, Aderlan e Yuri no decorrer da segunda etapa.

 

A concentração rubro-negra foi primordial para manter o placar e, no apito final, a trajetória de muita garra chegou ao ápice com a comemoração merecida da Maior Torcida do Mundo. A base vem tetra. O título de 2018 se soma às conquistas de 1990, 2011 e 2016. (Fonte: site oficial do clube). 

Mais Esporte

Alberto Valentim é apresentado no Botafogo

NOVO COMANDANTE- O treinador Alberto... (leia mais)

Zé Ricardo parabeniza torcida pelo apoio

O treinador também enalteceu a... (leia mais)

Robinho destaca treinos coletivos

PREPARAÇÃO- O Fluminense se reapresentou... (leia mais)

Últimas Notícias