Loading...
Aug 19, 2018 Last Updated 2:58 PM, Aug 17, 2018

Botafogo enfrenta o Macaé de olho na liderança

O zagueiro Marcelo em ação no empate contra o Fluminense no último domingo no Maracanã O zagueiro Marcelo em ação no empate contra o Fluminense no último domingo no Maracanã FOTO VÍTOR SILVA/BOTAFOGO
Publicado em Esporte
Ler 1009 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Zagueiro Marcelo falou sobre a partida decisiva e não mediu palavras para dizer que só a vitória interessa ao Fogão

PAPO RETO- O próximo jogo do Botafogo na Taça Guanabara será diante do Macaé, fora de casa, quinta-feira (25), às 19h30. O confronto é direto, já que o adversário lidera o Grupo C. Uma vitória alvinegra em solo macaense pode valer não só a entrada na zona de classificação para a semifinal, como a liderança do grupo. Em entrevista coletiva, o zagueiro Marcelo falou sobre a partida decisiva e não mediu palavras para dizer que só a vitória interessa ao Fogão.

“Vencemos na terceira rodada ano passado, mas nesse ano começamos melhor. O Macaé iniciou o trabalho ainda no ano passado, podem levar uma vantagem física, mas vamos lá para ganhar. Não tem desculpa. O Felipe nem precisa falar nada para nós. Temos a consciência que estamos devendo. Se perdemos praticamente não nos classificaremos. Sabemos que temos que ir lá e jogar bem”, disse o zagueiro.

Titular diante do Fluminense, Marcelo não sabe se permanecerá na equipe, sendo a única garantia o empenho total do jovem defensor para dar o seu máximo com a camisa alvinegra. Se precisar, pode contar. “Acho que estou mais maduro e menos nervoso dentro dos jogos. Em muitos eu fui muito afobado, mas agora estou bem mais maduro. A história está se repetindo esse ano. Venho trabalhando firme desde quando subi. As brechas aparecem e temos que estar preparados. Surgiu essa oportunidade novamente para ser titular e espero agarrá-la”,  frisou.

 

Marcelo também ressaltou que o pensamento de todos está voltado para os três pontos em Macaé de olho na classificação para a semifinal. Franco, o zagueiro não considera outra situação e trabalha para que o melhor aconteça. “O Carioca é uma fase que serve mais como uma preparação para as competições mais fortes. Não quero dizer que o Carioca não é importante, mas serve para encontrarmos o melhor entrosamento dentro da equipe por bons resultados. Seria muito constrangedor ficarmos de fora da semifinal. Particularmente eu ficaria "bolado". Mas isso não irá acontecer, vamos para vencer o Macaé”, encerrou. (Fonte: site oficial do clube).