Feb 22, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

Mangaratiba intensifica combat…

PREVENÇÃO- A Secretaria Municipal de Saúde de Mangaratiba (SMSM) anunciou ontem ...

Sobe para 33 o número de morto…

CONFIRMADOS- Sobe para 33 o número de mortos pela febre amarela no estado do Rio...

Apresentação dos alunos da ofi…

CULTURA- Os alunos da oficina de verão de teatro de Itaguaí terão que esperar um...

Dourado: “Tem mais 90 minutos pela frente”

Publicado em Esporte
Ler 853 vezes
Avalie este item
(0 votos)

MUDANDO A CHAVE O Fluminense já pensa no Campeonato Brasileiro e no próximo confronto contra o Bahia, às 17h deste domingo (29), no Maracanã. Artilheiro da competição com 16 gols, Henrique Dourado acredita que a derrota para o Flamengo por 1 a 0 pela Copa Sul-Americana na última quarta-feira não deverá interferir no desempenho da equipe.

"A derrota não pode influenciar no jogo de domingo, temos que mudar a chave e pensar no Campeonato Brasileiro. Vamos enfrentar um concorrente direto para se distanciar do Z4, então, temos que entrar concentrados e fazer um bom resultado”, disse.

O Ceifador ressaltou que a decisão da vaga para a semifinal da Sul-Americana não está definida. “Ainda está tudo em aberto, fizemos um primeiro tempo muito abaixo, no segundo tempo foi diferente, com um volume de jogo maior, tivemos algumas oportunidades e não conseguimos. Ainda não vencemos o Flamengo este ano e quem sabe, essa vitória vem no momento certo”, declarou Dourado.

O camisa 9 também falou sobre os erros cometidos na partida de ida. “Acredito que faltou mais agressividade nossa no primeiro tempo, de pressionar da maneira que fizemos no segundo tempo, mas mesmo assim, eles tiveram uma oportunidade de matar o jogo e não mataram. Então, na quarta-feira que vem temos que buscar essa vitória e a classificação. Ficamos chateados, mas vamos seguir em frente, com a cabeça erguida porque ainda tem mais 90 minutos pela frente”, concluiu Dourado. (site oficial do clube).

Ceifador projeta melhor desempenho no jogo de volta da Sul-Americana, também no Maracanã (FOTO NELSON PEREZ/ FFC)