Nov 17, 2017 Last Updated 5:46 PM, Nov 17, 2017

"Artilharia é fruto de muito trabalho", diz Henrique Dourado

Foi dos pés do Ceifador, de pênalti, que saiu o primeiro o gol do Tricolor na vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo Foi dos pés do Ceifador, de pênalti, que saiu o primeiro o gol do Tricolor na vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo (FOTO NELSON PEREZ/ FFC)
Publicado em Esporte
Ler 402 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Ceifador destacou importância da segunda vitória consecutiva e revelou seu segredo para cobrar pênaltis

FLUMINENSE Isolado na artilharia do Brasileirão com 16 gols, o atacante Henrique Dourado chegou na marca de 30 tentos pelo Fluminense na temporada. Foi dos pés do Ceifador, de pênalti, que saiu o primeiro o gol do Tricolor na vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo, na quarta-feira (18) no Maracanã. A vitória importantíssima levou a equipe do técnico Abel Braga aos 38 pontos e ao 10º lugar no campeonato, afastando o Flu da parte mais baixa da tabela de classificação.

“Tínhamos como meta somar sete pontos nesses três jogos e conseguimos. E agora é continuar com os objetivos para nos distanciar ainda mais. Esses dois jogos contra Avaí e São Paulo eram confrontos diretos, as vitórias em casa foram fundamentais. Conseguimos somar esses pontos que vão nos ajudar bastante lá na frente”, comentou Dourado. Com 11 gols de pênalti na conta, o camisa 9 se destaca pela frieza e eficiência nas cobranças. Apesar da experiência, o Ceifador afirmou que ainda fica nervoso e contou qual o seu segredo para manter a tranquilidade antes do chute decisivo.

“Fico nervoso em todos os pênaltis. Não tem pênalti que você fica mais tranquilo. Eu faço a minha oração para que Deus me dê muita tranquilidade. Procuro esquecer que o estádio tem muitas pessoas e imagino como se estivéssemos só eu e o goleiro. Como se estivesse dento de um aquário e não tivesse nada em minha volta. E realmente não escuto nada, só na hora que a bola entra gol mesmo que escuto a torcida”, revelou.

O atacante também comemorou a boa fase, disse estar cada vez mais perto de alcançar suas metas, mas destacou que seu foco é ajudar a equipe Tricolor. “Claro que eu tinha minhas metas, estou próximo de bater meus objetivos. Quero deixar a minha marca e a minha história aqui no Fluminense, mas o mais importante é que nos últimos três jogos conseguimos somar sete pontos. Fico feliz por estar ajudando a equipe e espero continuar vivendo esse momento. É fruto de muito trabalho”, finalizou. (Fonte: site oficial do clube).