Nov 22, 2017 Last Updated 1:15 PM, Nov 22, 2017

Pais e alunos protestam contra fechamento de escolas

Pais e alunos matriculados na escola municipal Santa Rosa criticam fechamento na unidade Pais e alunos matriculados na escola municipal Santa Rosa criticam fechamento na unidade FOTO DIVULGAÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 264 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Manifestantes se unem contra fechamento de unidades escolares e prometem novo ato hoje, na Câmara dos Vereadores

 

PROTESTO – Em uma onda de manifestações contra o fechamento de escolas municipais em Itaguaí, ontem (13), pais, alunos e docentes realizaram um novo ato, dessa vez, em frente a Escola Municipal Prefeito Wilson Pedro Francisco, no bairro de Vista Alegre. O motivo é o fechamento do pré e do primeiro segmento do fundamental. A unidade escolar atende cerca de 300 alunos da educação infantil e ensino fundamental. O protesto feito de forma pacífica reuniu cerca de 100 pessoas com cartazes e foi organizado pelo Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação, o Sepe com apoio do vereador, William César do PSB.

Unidos pelo mesmo propósito, os responsáveis pelos estudantes prometem avançar com as manifestações até mudarem o quadro na educação, em Itaguaí. Para pressionar as autoridades, eles pretendem comparecer na Câmara dos Vereadores, hoje a noite, acompanhados dos filhos, estudantes das unidades ameaçadas de fecharem, segundo uma mãe que não quis se identificar.

Na última sexta-feira (10), pela manhã, eles realizaram um ato em frente a escola municipal Santa Rosa, na Rua Santa Rosa, número 2587, contra a reestruturação da rede de ensino proposto pela Prefeitura Municipal de Itaguaí. Entre as medidas está a desativação das unidades de ensino: Camilo Cuquejo, em Mazomba e Taciano Basílio, na Raiz da Serra e Santa Rosa.

O grupo também acompanhou a reunião do Conselho Municipal de Educação, na Sala de Conselho, na última quinta-feira (9), contra a realocação dos estudantes destas três instituições. A alegação para a transferência dos alunos é o baixo número de crianças nas unidades, falta de profissionais, de infraestrutura e a crise financeira em que a prefeitura enfrenta.

 

De acordo com o Conselho são gastos 196.600 mil nas três escolas, no entanto não foi especificado onde o valor está sendo usado. Caso a medida seja aprovada 156 estudantes da rede municipal de ensino de Itaguaí, serão realocadas em 2018.

 

 

Renata Pires

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.