Aug 22, 2017 Last Updated 8:54 PM, Aug 22, 2017

Praia da Quatiquara: de paraíso ao abandono

Barcos apodrecidos estão abandonados na faixa de areia em vários trechos da Quatiquara Barcos apodrecidos estão abandonados na faixa de areia em vários trechos da Quatiquara FOTO DO LEITOR
Publicado em Cotidiano
Ler 604 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Dilceia Norberto

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ILHADA Como se não bastassem todas as atrocidades que fazem com os manguezais da cidade, as praias que ficam nas ilhas também sofrem com o abandono e descaso do Poder Público. A Praia da Quatiquara, porção da Ilha de Itacuruçá que fica do lado de Itaguaí, é uma das vítimas. O local é escolhido por muitos turistas e veranistas nas épocas mais quentes do ano, mas há uma população local que tem que conviver com o abandono diário.

O cais da ilha, onde é feito o embarque e desembarque de crianças que precisam chegar às escolas do continente passou a representar um perigo. “O estado é deplorável. A madeira está podre e está quebrando, a escada está desmoronando. É o cais que recebe também os saveiros no verão, e hoje ele representa um risco para a vida das pessoas”, afirma Gilson Gonçalves, que frequenta a ilha há anos e tem muitos amigos no local. “É uma pena ver como isso aqui está e ninguém toma qualquer providência”.

 

Em vários trechos da praia, a faixa de areia está tomada por barcos apodrecidos e abandonados. O único funcionário que cuidava da limpeza da ilha foi exonerado há cerca de quatro meses. Por enquanto, segundo moradores, nada foi feito. Para evitar que o abandono aumente ainda mais a sujeira na ilha, o funcionário exonerado fez um cercado de bambu para proteger os galões onde o lixo é depositado, pois animais espalhavam o lixo pela areia, como aconteceu muitas vezes. Mas se as autoridades competentes não tomarem providências urgentes, a Quatiquara pode virar um local rejeitado e tomado pela desordem.

O cais onde crianças embarcam e desembarcam para ir à escola representa um perigo, com a escada desmoronando

O cercado de bambu foi feito, pelo funcionário exonerado, para proteger os galões de lixo