Oct 24, 2017 Last Updated 2:00 AM, Oct 23, 2017

Fim de semana com arte, cultura, educação e saúde em Itaguaí

Os atores em preparação para as atividades que serão encenadas até domingo, com oportunidades para públicos diversos Os atores em preparação para as atividades que serão encenadas até domingo, com oportunidades para públicos diversos FOTOS CAIO FÁBIO E GRAZI BALIEIRO
Publicado em Cotidiano
Ler 1194 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Projeto “Vida Nas Praças” propor uma série de atividades com início na sexta-feira (7) e término no domingo (9), na Praça Vicente Cicarino

RENATO REIS

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ENTRETENIMENTO Nem só de Expo vive Itaguaí neste fim de semana. O Estúdio Despertando e a Companhia Horizontal de Arte Pública (Chap) trazem para a cidade uma extensa programação que contempla variadas manifestações artísticas acompanhadas de ações das áreas de saúde, buscando a conscientização dos participantes por meio de sensibilizações que fazem da dramaturgia um ativo instrumento de ampliação do conhecimento.

A programação começa na sexta-feira (7), às 17h, com um cortejo saindo do Estúdio Despertando e seguindo pela Rua General Bocaíuva em direção à Praça Vicente Cicarino, onde atividades serão iniciadas com a apresentação da Chap. Em seguida será realizada uma oficina de sensibilização e humanização da arte no processo de promoção da saúde mental, após o que uma roda de capoeira toma conta do lugar.    

No sábado (8) as atividades têm início às 10h, com o Teatro despertando, uma oficina de circo com a Turma em Cena e a oficina “Despertando os Sentidos”. Concluída essa etapa os organizadores anunciam a abertura de momento para expressões. Em seguida rodas de conversas vão tratar de temas como arte, saúde e aprendizagem, com a participação de profissionais das áreas de educação e saúde.    

Também no sábado está prevista a atividade “Nossa Feira”, com a intervenção de agricultores e produtores orgânicos da região. “É um evento vivo dialogando com as pessoas e movimentos do espaço”, explicam os organizadores Mariana Castro, Pamela Silva, Rachel de Lima e Adriano Evangelista, que também são atores. Essa parte da programação conta ainda com nutricionista, enfermeira e, por outro lado, com estátua viva e a boneca Lilica.

 

O encerramento, no domingo (9), a partir das 10h, começa com uma oficina de desenho livre e um bate-papo sobre o projeto. Na sequência, uma roda de conversa vai tratar de temas como educação, saúde e aprendizagem, com a presença de especialistas em neuropsicologia e em mediação escolar. A programação segue embalada por apresentações de cordel e da Orquestra de Metais e Percussão Commil, e continua com os momentos “Nosso Samba” e “Antigos Carnavais de Itaguaí”.