Dec 17, 2017 Last Updated 2:11 PM, Dec 15, 2017

Destaques

Firjan defende votação da refo…

Federação reunirá os prefeitos fluminenses e parlamentares para alertar sobre o ...

Itaguaí promove campanha de im…

Equipe de imunização de Itaguaí recomenda regularização do cartão de vacina de c...

Prefeitura repara tubulação de…

MELHORIA- Em mais uma mobilização que dá sequência aos esforços da Prefeitura de...

Coopafit faz feirinha na Nuclep

Funcionário da Nuclep observam os produtos fresquinhos vendidos por agricultores da Coopafit Funcionário da Nuclep observam os produtos fresquinhos vendidos por agricultores da Coopafit FOTO CLEITON BEZERRA
Publicado em Cotidiano
Ler 990 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Durante os dias da 8ª Semana de Educação Ambiental da empresa, agricultores de Itaguaí expõem seus produtos

Dilceia Norberto

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

OLHA O FREGUÊS Os produtores que fazem parte da Cooperativa de Agricultores Familiares de Itaguaí (Coopafit) participam durante quatro dias da 8ª Semana de Educação Ambiental da Nuclep. Com experiência em vender seus produtos na Feirinha ICN, todas as quinta-feira, após o expediente, é a primeira vez em outro local.

Para o presidente da Coopafit, Mario Grijó, ampliar as atividades dos produtores da cooperativa é bastante salutar e empolgante. “hoje é o primeiro dia. Vamos fazer essa feira aqui durante toda a semana. Nós já temos a experiência da ICN e a Nuclep está estudando a ideia de nós ficarmos aqui e acreditamos que vai dar certo”, afirmou seu Grijó.

O presidente da cooperativa disse ainda que os funcionários da Nuclep estão solicitando que os produtores permaneçam ali vendendo seus produtos, por conta da qualidade do que os agricultores apresentam, mas tudo vai depender da conversa com a diretoria da Nuclep.

 

“Se a coisa se concretizar, será nos mesmos moldes da ICN, mas ainda vão estudar se vão utilizar dinheiro ou se seria uma moedinha especial, como é na ICN. Os funcionários estão empolgados, torcendo para que seja uma moedinha especial, porque assim, só serão descontados quando receberem seus salários e aí não pesaria muito no bolso”, explicou um feliz Mario Grijó.