May 26, 2017 Last Updated 7:40 PM, May 26, 2017

Eleições no Conselho de Segurança de Seropédica se aproximam

Primeira reunião do Conselho de Segurança, em fevereiro, mandado da atual diretoria está se encerrando  Primeira reunião do Conselho de Segurança, em fevereiro, mandado da atual diretoria está se encerrando  FOTO CLEITON BEZERRA
Publicado em Cotidiano
Ler 1467 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Marcado sob

Conselho tem como uma das suas principais funções integrar das instituições policiais com a comunidade

CLEITON BEZERRA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

NOVA DIREÇÃO Na próxima reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Seropédica, que será no dia 3 de maio, às 10 horas, acontecerá a eleição para a nova diretoria do Conselho.

O atual presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Seropédica, Adriano Amaral, informou que seu mandato de dois anos está no fim, e que vai lançar em breve o edital para novas eleições para o próximo Biênio (2017-2018).

As reuniões do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Seropédica são realizadas todas as primeiras quartas-feiras de cada mês, na Câmara Municipal da cidade.

PRIORIDADES DO CONSELHO

O Conselho Comunitário de Segurança Pública deve promover a integração das instituições policiais com a comunidade e desta com a polícia, restituindo a credibilidade e transmitindo confiança e sentimento de segurança.

A aproximação entre polícia e comunidade deve contribuir para a construção de uma relação de respeito mútuo entre policiais e cidadãos. A integração pode se dar de diversas formas, desde a realização constante das reuniões e prestação de contas das questões apresentadas até o desenvolvimento de programas articulados voltados para a prevenção de delitos e redução de riscos. Uma decorrência dessa integração é a criação de programas de instrução e campanhas educativas que fortaleçam os vínculos comunitários com as organizações policiais.

Outra finalidade dos conselhos é conhecer os problemas de cada localidade pela ótica dos moradores e demais usuários dos serviços das organizações policiais. O diagnóstico dos problemas, com mais precisão e construído por ambas as partes, permite, por exemplo, o desenvolvimento de ações voltadas para o controle da violência e da criminalidade.

 

Última modificação em Terça, 18 Abril 2017 11:02