Nov 23, 2017 Last Updated 2:00 AM, Nov 23, 2017

Caminhada contempla história e belezas naturais de Mangaratiba

Os trilheiros visitaram alguns sítios arqueológicos que contam a história da cidade desde os tempos do império Os trilheiros visitaram alguns sítios arqueológicos que contam a história da cidade desde os tempos do império FOTO DIVULGAÇÃO/PMM
Publicado em Cotidiano
Ler 2325 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Marcado sob

 Ecomuseu da cidade realiza caminhada onde patrimônios históricos e naturais fazem parte do roteiro

CAMINHADA Uma verdadeira viagem no tempo. Esse foi o sentimento dos participantes da caminhada “Eco Trilha Beneficente – nas trilhas da história de Mangaratiba”, realizada pelo Ecomuseu da cidade na manhã do último sábado (8). O projeto, fruto da parceria com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, tem como objetivo mostrar para moradores e turistas os encantos históricos e naturais de Mangaratiba. Os participantes doaram alimentos não perecíveis que serão encaminhados aos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) do município para doação às famílias em situação de vulnerabilidade social.

A organização do evento esperava um grande número de participantes, mas a chuva que atingiu o município durante toda a madrugada desanimou alguns participantes. Mas quem marcou presença não se arrependeu. O presidente do Ecomuseu,  Anselmo Castelar e a monitora ambiental Lucia Mello foram os guias da caminhada. O ponto de saída do passeio foi no início da Estrada do Atalho, próxima a área do Parque de Exposições, local histórico do município. Os trilheiros visitaram alguns sítios arqueológicos que contam a história da cidade desde os tempos do império. A estrada do Príncipe, com suas pedras boleadas estilo cabeça de nego, o túmulo dos escravos, a muralha da antiga usina e o bebedouro imperial foram algumas atrações do percurso, que durou cerca de duas horas. Os participantes também observaram arvores centenárias e muitas espécies da fauna e da flora mangaratibense.

Lucia Mello, turismóloga credenciada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para atuar no Parque Estadual Cunhambebe, destacou a importância da caminhada para que moradores e turistas conheçam melhor Mangaratiba. “Temos uma história rica e linda, mas pouco conhecida. Conhecendo tudo isso na prática, com visitas aos locais históricos da cidade, as pessoas dão mais valor e se interessam muito mais em aprender. Além disso, as pessoas começam a preservar o meio ambiente a partir do momento que tem o contato com a natureza”, frisou Lucia.

Alex Farias se deslocou de Jacarepaguá com sua esposa e dois filhos e não se arrependeu. “Somos apaixonados por trilhas. O contato com a natureza é essencial, e com todo esse enredo histórico torna a trilha muito mais especial”, concluiu.

O QUE É O ECOMUSEU

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é um Ecomuseu. Um Ecomuseu não é localizado em um prédio, mas num território. É um conjunto diversificado de bens coletivos, ou seja, patrimônios sejam culturais, históricos ou naturais. Um Ecomuseu está a serviço do desenvolvimento de uma população ou comunidade.