Nov 18, 2017 Last Updated 5:46 PM, Nov 17, 2017

Firjan vai premiar empresas com ações ambientais

 EM 2016 a Braskem foi destaque na categoria Gestão de GEE e Eficiência Energética EM 2016 a Braskem foi destaque na categoria Gestão de GEE e Eficiência Energética FOTO RENATA MELLO
Publicado em Cotidiano
Ler 1693 vezes
Avalie este item
(0 votos)

PREMIAÇÃO Empresas da Baixada Fluminense podem cadastrar seus projetos até a sexta-feira (3), concorrendo ao prêmio que reconhece o aprimoramento de processos, ações socioambientais e iniciativas que vão além das obrigações determinadas pela legislação. O Prêmio Firjan de Ação Ambiental 2017 é uma iniciativa que visa valorizar ações de empresas do estado do Rio que se destacam em gestão ambiental e desenvolvimento sustentável. O prêmio é dividido em cinco categorias: Gestão de Água e Efluentes, Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, Gestão de Gases de Efeito Estuda (GEEs) e Eficiência Energética, Gestão de Resíduos Sólidos e Relação com Públicos de Interesse.

A ideia é reconhecer o empenho do setor empresarial no aprimoramento de processos produtivos, na implantação de projetos socioambientais e em iniciativas que vão além das obrigações legais. Exemplos disso são projetos de produção de água de reuso, ações para o aumento dos benefícios provenientes da biodiversidade, recuperação de áreas degradadas, eficiência energética, logística reversa, programas de educação ambiental, entre outros. Nas edições anteriores, a iniciativa premiou 24 empresas.

Podem participar empresas de todos os portes que tenham desenvolvido ações no estado. As inscrições podem ser feitas no site www.firjan.com.br/acaoambiental, onde também está disponível o regulamento completo. Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Na edição do ano passado, a Braskem, de Duque de Caxias, foi destaque na categoria Gestão de GEE e Eficiência Energética e recebeu menção honrosa no Prêmio Firjan de Ação Ambiental. A petroquímica foi reconhecida por um projeto de redução das emissões de CO2 provenientes da queima de propeno em flare e, consequentemente, a redução do impacto ambiental gerado por estas emissões. Com isso, as unidades da empresa no Rio de Janeiro reduziram, entre outros gases, em 47% a intensidade de suas emissões de CO2 e 44% da perda de propeno. 

Químico de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Braskem, Rone Amaral explicou que a empresa é comprometida em atuar de acordo com os princípios do desenvolvimento sustentável, e está sempre presente em discussões empresariais relativas às mudanças climáticas e preocupada com a gestão das emissões de gases de efeito estufa.