Jun 29, 2017 Last Updated 3:00 AM, Jun 28, 2017

Projeto institui educação ambiental para combater crises hídricas

SEGUNDO O deputado Minc, a ideia é difundir medidas para combater o desperdício SEGUNDO O deputado Minc, a ideia é difundir medidas para combater o desperdício FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 1352 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Marcado sob

PREVENÇÃO A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou a redação final do Projeto de Lei 192/2015, do deputado Carlos Minc, que estabelece as diretrizes para a implementação de programas de educação ambiental relacionados a ações de prevenção que evitem crises hídricas no estado. O PL segue agora para sanção do governador Luiz Fernando Pezão.

O PL, de 2015, foi elaborado tendo em vista a grave crise hídrica que assolou o Rio de Janeiro naquele ano. Dois anos depois, acabou aprovado. “É fundamental que as leis de Educação Ambiental e de Recursos Hídricos dialoguem. Temas como o desperdício de água e a importância de preservarmos nossos mananciais de água precisam estar dentro das escolas, para evitarmos novas crises hídricas”, disse Minc.

Segundo Minc, a partir da sanção da lei, serão aprendidas nas escolas públicas medidas para combater o desperdício de água, utilizar a água da chuva, métodos de reuso da água e gotejamento na irrigação agrícola, dentre outros assuntos.

O projeto de lei aprovado estabelece os princípios, fundamentos e diretrizes para a criação, implementação e manutenção de programas de educação ambiental, de desenvolvimento de capacidades, de mobilização social e de comunicação de informações em Gestão Integrada de Recursos Hídricos. Programas que, com a lei sancionada, passarão a ser recomendados a todos os entes do Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos, em conformidade com a Política Nacional de Educação Ambiental (Lei 9.795, de 1999), a Política Estadual de Educação Ambiental (Lei 3325/99) e a Resolução 98, de 2009, do Conselho Nacional de Recursos Hídricos.