Loading...
Sep 23, 2018 Last Updated 2:58 PM, Sep 21, 2018

Moradores de Piranema denunciam desperdício de dinheiro público

Moradores de Piranema denunciam desperdício de dinheiro público FOTOS WELINGTON CAMPOS
Publicado em Cotidiano
Ler 475 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Obra de complexo escolar orçada em mais de R$ 2 milhões está abandonada há mais de 10 anos. Segurança, falta de saneamento básico, transportes e saúde também são cobradas pela comunidade 

DESCASO Moradores do bairro Piranema, em Itaguaí, vem sofrendo com o que classificam como abandono da atual gestão do prefeito Carlo Busatto Júnior (MDB), o Charlinho. As reclamações mostram o caos da má administração pública que afeta a todo o município.

A indignação dos moradores de Piranema está relacionada a problemas que hoje Itaguaí está passando, como a falta de saneamento básico, infraestrutura, transporte, segurança, saúde, educação, limpeza de logradouros, iluminação pública, entre outros.

No que tange à educação, os moradores denunciam o gasto com dinheiro público em relação à obra do complexo escolar, que inclui, além do prédio principal, uma creche e uma quadra poliesportiva, que está paralisada há mais de 10 anos. Segundo eles, a obra da unidade escolar do bairro foi iniciada na primeira gestão do então prefeito Charlinho e até hoje não foi concluída. O local está abandonado e tomado pelo mato.

O ATUAL esteve no bairro na manhã de sexta-feira (24) e conversou com uma comissão de moradores sobre o descaso da obra do complexo escolar e do abandono do bairro por parte do poder público. Segundo dos moradores, o mato tomou conta do complexo escolar e vários materiais já foram roubados. “O local está sendo usado por moradores de ruas e viciados que aproveitam para assaltar os moradores que passam pela rua ao lado da obra abandonada. Quase todo o dia uma pessoa é assaltada aqui. Quando não é assaltada de dia, pode ter certeza que à noite vai ser, pois não há iluminação nos postes”, contou a aposentada Neuza Tavares da Silva, de 68 anos, que mora no bairro há 56 anos. “Nunca vi o bairro de Piranema nessa situação. O primeiro distrito de Itaguaí, que era para ser uma referência, está abandonado há décadas”, completou.

Os moradores mostram o que restou da placa que anunciava a obra do complexo escolar, orçada R$ 2.212.516, 83. De acordo com as informações contidas na placa, a empresa responsável pela obra era a Litorânea. “O prefeito Charlinho, quando veio aqui no bairro fazer campanha, disse que concluiria a obra em seis meses, caso fosse eleito. Já tem um ano e nove meses que é o prefeito da cidade e nada foi feito aqui na obra e no bairro. Eles só vão tomar uma providência quando acontecer uma morte nessa obra abandonada”, ressaltou o aposentado Nilson Armando Lopes, de 65 anos, morador do bairro há 35 anos.

Indignada com o abandono da obra do complexo escolar e o descaso com o bairro, a dona de casa, Valéria Cristina, de 37 anos, disse que o bairro não tem escola primária. As crianças são obrigadas a estudar na Escola da Valinha, que só tem até a quarta série; ou então na escola do bairro Boa Fé, que pertence a Seropédica. Escolas para as crianças do 5º ano em diante só em Itaguaí”, explicou.

Os moradores reclamaram também falta de transporte. Segundo eles, apenas uma linha circula pelo bairro. “Ônibus só passa de uma em uma hora. Seu estado de conservação está péssimo. No que diz respeito à saúde, o bairro não tem nenhum posto de saúde. O morador tem recorrer ao Hospital São Francisco Xavier, que também não é recomendável. O posto de saúde mais próximo do bairro, pertence ao município de Seropédica, mas a informação que nós temos é que não está atendendo moradores de Itaguaí. Se hoje a praça do bairro está acessível para o lazer, graças aos moradores, que se mobilizaram e fizeram um mutirão de limpeza”, informou Valéria Cristina.

 

Outra reclamação dos moradores é o abandono da Estrada RJ-099 (Reta de Piranema), que se encontra em péssimo estado de conservação. Não há acostamento e em vários trechos a via não tem iluminação. 

Obra do colégio orçado em mais de R$ 2 milhões está abandonada há mais de 10 anos 

O que seria uma creche está tomada pelo mato e com parte da estrutura danificada pelo tempo 

A quadra poliesportiva do complexo escolar também está se deteriorando 

WELINGTON CAMPOS

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.