Jul 21, 2017 Last Updated 3:00 AM, Jul 20, 2017

Conselho de Segurança de Itaguaí dialoga em busca de soluções

Representantes das policias civil e militar, além de vereadores e demais autoridades da segurança, marcaram presença Representantes das policias civil e militar, além de vereadores e demais autoridades da segurança, marcaram presença FOTO CLEITON BEZERRA
Publicado em Cotidiano
Ler 1728 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Marcado sob

Onda de violência na cidade é um dos temas debatidos na reunião

 

CLEITON BEZERRA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

DIÁLOGO A segurança pública é um tema essencial em qualquer lugar e, em Itaguaí, o assunto começa a ganhar força após inúmeros casos de violência no município nos últimos dias. Na tarde de ontem (8) foi realizada na Câmara Municipal da cidade a reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Itaguaí (CCSPI). Marcaram presença no encontro o comandante do 24ª BPM (Queimados), o tenente-coronel Souza; representando a 5ª CIA/Itaguaí, capitão Caldas; o delegado da 50ª DP (Itaguaí), Jorge Farid Zahra; os vereadores André Amorim (PR) e Gil Torres (PTN); uma representante da guarda municipal; assim como os moradores membros do conselho.

A reunião foi aberta pelo presidente do CCSPI, Sérgio Freitas, ele agradeceu a presença das autoridades na mesa e dos demais presentes no encontro antes de passar a palavra para o Capitão Caldas, que trouxe alguns dados sobre a violência na cidade e afirmou que é questão de tempo para que esse quadro mude. “Vocês podem ter certeza que a sensação de segurança aqui vai aumentar”, destacou o capitão.

Os presentes na reunião abordaram, principalmente, a questão do aumento da violência na cidade e trocaram informações. “Hoje, Itaguaí está se tornando uma Meca para o crime organizado, os bandidos estão migrando do Rio para cá”, conta o presidente do conselho, Sérgio Freitas.

Depois foi a vez do comandante do 24º BPM (Queimados), tenente-coronel Souza, ele falou da importância da parceria da PM com os vereadores do município. Segundo o comandante, foi realizada a segunda operação para a retirada de barricadas em Itaguaí graças ao maquinário cedido por um dos vereadores que integram o conselho de segurança. A PM não possui o maquinário necessário para retirada de barricadas.

Outro ponto abordado pelo tenente-coronel Souza, foi como o 24º BPM pretende frear o crime no município. “Inteligência, planejamento e execução é assim que vamos melhor a segurança de Itaguaí”, ressaltou o comandante.

O vereador André Amorim (PR) pediu um esclarecimento ao comandante do 24º BPM, tenente-coronel Souza, sobre o porquê de Itaguaí não ter a segurança feita pelo 27º BPM (Santa Cruz), que é mais próximo ao município. E o comandante explicou que Itaguaí está na Baixada Fluminense, por isso deve ficar com um batalhão da Baixada.

Em seguida o presidente do conselho, Sérgio Freitas, fez um esclarecimento sobre a criação do batalhão de polícia militar em Itaguaí. “O entrave em relação à criação do batalhão em Itaguaí é o efetivo de policiais, que não tem. Mas o terreno e o projeto já existem e estão definidos”, finalizou Sérgio.

 

 

Mais Cotidiano

Praia da Quatiquara: de paraíso ao abandono

Dilceia Norberto dilceia.norberto@jornalatual.com.br ILHADA Como se não... (leia mais)

Últimas Notícias

Praia da Quatiquara: de paraíso ao abandono

Dilceia Norberto dilceia.norberto@jornalatual.com.br ILHADA Como se não... (leia mais)

Assembleia do Sepe mostra resistência apesar do desânimo

Dilceia Norberto dilceia.norberto@jornalatual.com.br DEBATES Trabalhadores da educação... (leia mais)