Loading...
Jul 20, 2018 Last Updated 1:48 PM, Jul 20, 2018

Pescadores artesanais poderão se recadastrar nas agências dos Correios

ASSINARAM O acordo na sexta-feira (29) os executivos José Furian e Dayvson Franklin ASSINARAM O acordo na sexta-feira (29) os executivos José Furian e Dayvson Franklin FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 289 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Antes de implantado em nível nacional, projeto piloto será testado em agência da empresa no estado do Maranhão

FACILIDADE Representantes dos Correios e da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca (Seap) assinaram, na tarde de sexta-feira (29), um acordo de cooperação técnica para que a empresa auxilie  no trabalho de recadastramento de pescadores artesanais. A iniciativa será realizada nas agências dos Correios, levando em conta o fato de que a empresa postal está presente em todos os 5.570 municípios brasileiros.

O recadastramento terá início no município Pinheiros, no estado do Maranhão, como teste piloto, para que os Correios possam se adaptar ao novo serviço antes de oferecê-lo em toda sua rede de atendimento. Para o vice-presidente de Negócios Públicos dos Correios, José Furian Filho, a intenção da empresa é tornar-se um grande balcão de relacionamento com o cidadão.

Na avaliação da Seap, o recadastramento de pescadores é um processo muito importante, uma vez que há a necessidade  daqueles que sobrevivem exclusivamente da atividade pesqueira de receber o seguro-defeso no período de reprodução e proteção da espécie. Por conta de fraudes encontradas no pagamento desse benefício, a Seap não estava emitindo autorizações de pesca desde 2015 e, em alguns estados, o pagamento estava suspenso, impactando econômica e socialmente a vida do profissional.

A Seap acredita que com a oferta desse serviço pelos Correios, será possível regularizar a concessão do benefício, essencial para o cidadão pescador. O secretário especial da Seap, Dayvson Franklin de Souza, citou a dificuldade de representação nos estados, lembrando a presença física dos Correios. “Já estamos com tudo pronto para começar a parceria”, disse Souza.

Furian lembrou ainda do processo de transformação pelo qual os Correios vêm passando, no sentido de aproximar-se mais do Governo Federal. “Percebemos que há muita demanda, daí a criação de uma vice-presidência de Negócios Públicos”, afirmou.

Presidente da Associação dos Pescadores, Maricultores e Lazer do Sahy, em Mangaratiba, Nilton Machado aprova a iniciativa, mas faz a ressalva de que esse tipo de atendimento deve ser mantido também entre as atribuições das associações e colônias de pescadores, porque essas instituições, segundo ele, já detém larga experiência de relacionamento com essa categoria do trabalho artesanal.