Loading...
Jun 20, 2018 Last Updated 1:54 PM, Jun 20, 2018

Ventania e chuva causam estragos na Ilha de Jaguanum, em Mangaratiba

TELHAS DE amianto não resistiram a força da chuva e do vento que atingiram as comunidades de Jaguanum TELHAS DE amianto não resistiram a força da chuva e do vento que atingiram as comunidades de Jaguanum FOTO REGISTROS DOS MORADORES
Publicado em Cotidiano
Ler 447 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Comunidades praianas contabilizam prejuízos e pedem doação de insumos para a recuperação de imóveis avariados pelas intempéries

 As chuvas e o vento que castigaram a Ilha de Jaguanum, em Mangaratiba, nas tarde e noite de quinta-feira (7), causaram sustos, preocupação e prejuízos para moradores e pescadores do local. “O tempo ficou muito feio, foi um estrago grande em três minutos mais ou menos. Choveu mais durante a noite, mas a chuva de granizo foi entre 18h e 18h3”, relata Mônica Maria da Conceição, presidente da Associação dos Moradores.

Mônica acrescentou que a força da intempérie fez despencar telhados, derrubou galhos de árvores e provocou a queda de estruturas que sustentavam instalações de imóveis. Segundo ela, os maiores prejuízos foram registrados nas praias da Várzea, do Calhau e do Sul. A força da natureza destruiu ainda instalações utilizadas por pescadores da região em suas atividades rotineiras.

Na sexta-feira, o vereador Wladimir da Conceição, o Wlad da Pesca, gravou mensagem divulgada em rede social, informando que pediria providências ao Poder Executivo no sentido de decretar estado de emergência na Ilha de Jaguanum, o que permite ao município solicitar recursos do Governo Federal para a reparação dos estragos nas praias da região. “O vento que passou lá destruiu ranchos, casas de pescadores, e eles estão numa dificuldade muito grande”, justificou. Wlad também pediu que a Secretaria de Pesca do município ofereça apoio aos pescadores que tiveram prejuízos com o temporal seguido de ventania.

Na sexta-feira (8), o secretário de Agricultura e Pesca, Adalberto Basílio, visitou a Ilha de Jaguanum para avaliar os estragos ocorridos na noite anterior. Ele constatou que diversas casas e ranchos ficaram parcialmente destelhados. O secretário aproveitou para conversar com os moradores e pescadores e adiantou que encaminharia um relatório ao prefeito Aarão de Moura Brito Neto para que as providências sejam tomadas. Adalnerto acrescentou que esta semana profissionais da Secretaria de Pesca vão voltar à ilha para dar continuidade a confecção das carteiras de identificação dos profissionais da pesca moradores do município.

No sábado, o vereador Emilson Coelho, o Emilson da Farmácia, acompanhou a visita de equipes da Defesa Civil de Mangaratiba nas praias da Toca, do Cabaceiro, do Sul, dos Calhaus e da Várzea, realizando vistoria nas edificações danificadas pela tempestade e visitando os pontos mais críticos após o temporal. Os operários aproveitaram para desobstruir caminhos e podar árvores que ofereciam algum risco à população.

Presidente da Associação de Moradores e Pescadores da Ilha de Jaguanum, Mônica Maria da Conceição Moreira aproveitou para solicitar ao ATUAL a divulgação de um pedido de doação de telhas de amianto ou francesas, mesmo usadas, para que moradores possam recompor parte de seus telhados avariados. “Você viram aí pelos estragos. Qualquer pessoa que quiser fazer doações e puderem nos ajudar, será muito bem-vindas as doações”, apela Mônica.

Mais Cotidiano

Últimas Notícias

Mangaratiba participa de Feira de Turismo

TURISMO O município de Mangaratiba... (leia mais)

Parque Estadual Cunhambebe comemora uma década

COMEMORAÇÕES Para comemorar o aniversário... (leia mais)

Canal é usado para reparos de embarcação

Moradores de Coroa Grande denunciam... (leia mais)

Alunos de Mangaratiba participam de Conferência

Estudantes já haviam participado de... (leia mais)