Nov 21, 2017 Last Updated 11:33 AM, Nov 21, 2017

Maior campeã do Carnaval do Rio, Portela ergue a taça

Maior campeã do Carnaval do Rio, Portela ergue a taça FOTO ALEXANDRE DURÃO/G1
Publicado em Cotidiano
Ler 1840 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Marcado sob

Rios dão título à Portela no Carnaval 2017
Depois de 33 anos, azul e branco de Madureira retoma o rumo da vitória

CONSAGRAÇÃO O carnavalesco Paulo Barros deu mais um passo para inscrever seu nome no panteão dos grandes nomes do Carnaval do Rio de Janeiro, ao conquistar seu quarto título, agora pela Portela, com o enredo “Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar”, superando a Mocidade Independente de Padre Miguel por apenas um décimo. O Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela foi fundado em 11 de abril de 1923 no bairro de Oswaldo Cruz, zona norte do Rio. Sendo a mais antiga escola de samba em atividade permanente, é a única escola que participou de todos os desfiles de escolas de samba da cidade. Ela foi a campeã do primeiro concurso de escolas de samba (não oficial) em 1929, organizado por Zé Espinguela. Desde então, foi a grande responsável por moldar os desfiles na forma como acontecem atualmente, somando agora 22 campeonatos. “A vitória da Portela é muito boa para as co-irmãs, para a cultura brasileira e também para o fortalecimento do samba”, comemorou o presidente Luis Carlos Magalhães.

Segundo o enredo da Portela, o rio inspira os homens. De suas águas, pescam o sonho e o conhecimento, colhem a história e o encantamento. O rio azul e branco nasce da fonte de onde se originam a vida e as culturas humanas. Prima matéria, a água doce está associada aos mitos de criação do universo das antigas civilizações, é a manifestação do sagrado nas religiões e a maior riqueza para as sociedades modernas. A Águia bebe dessa água cristalina em sua nascente, onde brota o bem mais precioso criado pela natureza. No berço do samba, o pássaro abençoa a passarela, leito do rio da Portela. Segue recolhendo a poesia de muitos outros rios, enquanto mantém o seu rumo. Atravessa a Avenida, lavando a alma de quem deseja ver o rio passar, saciando a sede de vitória, irrigando de alegria o povo que habita a beira do rio. Suas águas purificam o corpo, afogam a tristeza e renovam as forças a cada alvorada. Convida a conhecer seus mistérios, cruzando aldeias e povoados, cidades e países distantes.

Para contar essa estória na avenida, o carnavalesco Paulo Barros pautado na criatividade e no bom gosto em estruturas como um carro alegórico que simulava os peixes subindo o rio para se reproduzir. Outra estrutura de destaque foram os crocodilos americanos, que impressionaram pela beleza com sua evolução. “Nós merecemos muito, nós trabalhamos muito, nós somos a que merece mais. O carnaval precisa da Portela, a cultura brasileira precisa da Portela. A vitória não é só da Portela, é de todas as escolas que precisam defender a bandeira do samba”, disse Luís Carlos Magalhães.

 

 

Mais nesta categoria: Uma praça que é do povo »

Mais Cotidiano

Mangaratiba discute turismo náutico

REUNIÃO- A secretaria de Turismo... (leia mais)

Revista celebra o aniversário de Mangaratiba

Publicação especial registra acontecimentos, pessoas... (leia mais)

Secretaria do Ambiente fiscaliza Parque Cunhambebe

AMBIENTE- O Parque Estadual Cunhambebe... (leia mais)

Últimas Notícias