Loading...
Jun 22, 2018 Last Updated 1:47 PM, Jun 21, 2018

À espera de uma luz no fim da ilha

Moradores da Ilha da Madeira denunciam o abandono do bairro e clamam por melhorias Moradores da Ilha da Madeira denunciam o abandono do bairro e clamam por melhorias FOTO WELINGTON CAMPOS
Publicado em Cotidiano
Ler 1103 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Moradores da Ilha da Madeira voltam a cobrar melhorias para bairro e relatam abandono, falta de iluminação pública e insegurança

DESCASO- Não é de hoje que moradores de bairros afastados do centro de Itaguaí reclamam do descaso do poder público em relação ao abandono. É o que contam os moradores da Ilha da Madeira, bairro esse que concentro um dos maiores complexo portuário da América Latina. O que sobra de empreendimentos falta na infraestrutura, no saneamento básico, na segurança pública e na conservação dos bens públicos.

Cansados de esperar uma solução, os moradores da Ilha da Madeira não sabem mais a quem recorrer para cobrar melhorias. Inúmeros problemas como lixo espalhados, esgoto a céu aberto na praia, falta de conservação das calçadas, mato alto por toda a orla e insegurança são algumas das reclamações.

Atendendo mais uma vez a solicitação de moradores, a equipe de reportagem do ATUAL esteve na Ilha da Madeira e constatou o abandono do bairro. Já na Estrada Joaquim Fernandes, o abando é visível. Na orla, o mato está tomando conta do parquinho e da academia ao ar livre. Várias ripas do deque estão quebras e outras deterioradas. Moradores relataram que uma pessoa ficou com a perna presa entre uma das ripas que estava podre.

O morador aposentado Antonio Carlos Ribeiro disse que a última limpeza no bairro aconteceu em dezembro. “Aqui está abandonado há mais de três meses. O lixo está acumulando na rua, não há lâmpadas nos postes, assaltos são constantes, roubos de residências durante o dia e à noite. As coisas aqui estão cada vez ficando pior”, disse.

Para o comerciante que preferiu não identificar, é inadmissível, um local que concentra vários empreendimentos esteja abandonado. “Fui vítima de um assalto à mão armada. Agora, às 17h já estou fechando o meu comércio. Não há nenhuma segurança mais aqui na Ilha da Madeira. Durante o Carnaval o movimento de veranistas e turistas era durante os quatro dias de folia, esse ano foi fraquíssimo. A Ilha está abandonada”, desabafou o comerciante.

Uma moradora, que também preferiu não se identificar, contou que já fez várias reclamações sobre o acúmulo de lixo e entulhos nas calçadas, da insegurança, da falta de iluminação na via e do esgoto que corre a céu aberto na praia. “Até hoje ninguém da Prefeitura de Itaguaí veio aqui para resolver esses problemas. Estamos à mercê dos bandidos, pois temos medo de sair à noite por conta dos assaltos. Depois que acabaram com o DPO da entrada da ilha e construíram o Arco Metropolitano, a violência no bairro aumentou”, contou.

Em dezembro do ano passado, o ATUAL publicou uma reportagem sobre os problemas enfrentados pelos moradores da Ilha da Madeira. Na ocasião eles denunciaram o esgoto despejado na praia, a má conservação das ruas, ausência de manutenção no cais, falta de iluminação pública e de limpeza adequada, além da insegurança que percorre o bairro. Três meses depois, nada foi feito e o descaso continua.