Loading...
Aug 18, 2018 Last Updated 2:58 PM, Aug 17, 2018

Construções irregulares continuam na Quatiquara

O que, no meio do ano passado, era um amontoado de tijolos hoje virou uma casa em plena areia O que, no meio do ano passado, era um amontoado de tijolos hoje virou uma casa em plena areia FOTO DO LEITOR
Publicado em Cotidiano
Ler 2093 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Sobre a areia da Praia foi erguido um quiosque de bambu, uma casa de alvenaria e, até mesmo, uma fossa séptica. Caiçaras reclamam

 DESCASO- Um homem, não identificado, construiu um quiosque de bambu e uma casa de alvenaria, com direito a fossa séptica, em plena areia da Praia da Quatiquara, no lado de Itaguaí da Ilha de Itacuruçá. Além de degradar o meio ambiente, o homem vende cerveja em garrafas de vidro, prática que segundo os moradores do local é proibida. Caiçaras antigos do local afirmam que a construção também está sobre uma área de mangue e que o dono do empreendimento não possuiu autorização nem da Secretaria de Meio Ambiente e nem da Secretaria de Obras de Itaguaí.

 

Além disso, o filme todo ano se repete. Toda vez que chega o verão a Praia da Quatiquara fica lotada de banhistas e falta ordenamento público no local. Esta também é uma das queixas dos caiçaras. Segundo eles, falta a presença da Prefeitura de Itaguaí, por meio da Secretaria de Ordem Pública, no local durante esta época do ano. “Estão invadindo, fazendo o que querem, estragando com tudo lá. Não pode continuar assim”, protestou um dos moradores antigos da região.

Caiçaras, moradores antigos da ilha, ressaltaram seu descontentamento com a degradação da região, realizada pelos novos “moradores” do local. “Dá revolta essa atitude desse pessoal invadindo a orla na praia, fazendo o que quer, invadindo o manguezal, construindo moradia dentro da área de manguezal, acabando com a vida marinha. Até construir fossa ali dentro estão construindo, não dá pra aguentar esse negócio. A Quatiquara está toda invadida, sem ordenamento nenhum”, ressaltou um senhor, que preferiu não se identificar.

CASO ANTIGO

O ATUAL já divulgou o problema em diversas matérias, além disso, durante uma entrevista, no fim do ano passado, com o secretário de obras de Itaguaí, Eider Dantas, abordou o caso. Porém, nenhuma medida forte foi feita e cada vez mais chegam denúncias de que os problemas no local só aumentam.

Já em 11 de dezembro de 2014, o ATUAL tinha produzido uma matéria tratando desta problemática. Na época, moradores da praia da Quatiquara, na Ilha de Itacuruçá, na parte que pertence ao município de Itaguaí, disseram ao ATUAL que a ação conjunta da Secretaria Municipal de Meio Ambiente com órgãos ambientais da semana anterior não intimidou os invasores, que continuam construindo casas irregulares em Área de Proteção Ambiental (APA). Ainda ressaltaram dizendo que “milhares de tijolos estão sendo transportados para praia da Quatiquara”.

Na ocasião, o flagrante foi feito por um morador, quando uma enorme pilha de tijolos, areia e pedra ensacados, cimento e lajotas estavam na praia da Ilha da Madeira prontos para serem transportadas para praia da Quatiquara. A pergunta que fica é: até quando?

 

CLEITON BEZERRA

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.