Jan 21, 2018 Last Updated 5:06 PM, Jan 19, 2018

Destaques

Light está com vagas para elet…

OPORTUNIDADE- A Light divulgou na quinta-feira (18), por meio das redes sociais...

Postos de vacinação contra a f…

FEBRE AMARELA – Aumentou o número de postos de vacinação de Seropédica que estar...

Protesto pela vacina da febre …

Moradores do bairro Vista Alegre fecharam rua da UBS pedindo vacina. A dose é of...

Febre amarela: Itaguaí e Seropédica terão dose fracionada de vacina

Febre amarela: Itaguaí e Seropédica terão dose fracionada de vacina FOTO DIVULGAÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 902 vezes
Avalie este item
(0 votos)

No Rio, a campanha será de 19 de fevereiro a 9 de março, sendo 24 de fevereiro o DIA D

CAMPANHA - Para conter um novo avanço da febre amarela no país, cerca de 19,7 milhões de pessoas deverão ser vacinadas contra a doença a partir de fevereiro em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. As datas e a nova estratégia de campanha, que abrange 75 municípios, foram divulgadas nesta terça-feira (9) pelo Ministério da Saúde. No Rio de Janeiro, a campanha terá a participação de 15 municípios, entre eles, Itaguaí e Seropédica.

Segundo o Ministério da Saúde serão investidos um total de R$ 54 milhões na nova campanha. Para o Estado do Rio de Janeiro serão liberados R$ 30 milhões, ainda neste mês. O período da campanha no Rio será de 19 de fevereiro a 9 de março, sendo 24 de fevereiro o DIA D. A previsão é vacinar até 10 milhões de pessoas.

O maior número ocorre devido à baixa cobertura vacinal no Estado, que pretendia ter toda a população imunizada até o fim do ano passado. O índice de cobertura, no entanto, ainda é de 40%. "Precisamos que a população busque a vacinação", afirma o secretário estadual de saúde, Luiz Antônio Teixeira Junior.

A estratégia do Ministério da Saúde para atingir mais pessoas será a aplicação de dose fracionada, que tem demonstrado a mesma proteção que a dose padrão.

Numa dose fracionada, um frasco de 5 doses pode vacinar até 25 pessoas e um frasco de 10 doses pode vacinar até 50 pessoas. A vacinação com dose fracionada é recomendada a partir de 2 anos de idade.

Há casos que não se fracionará a dose, como em gestantes; em crianças de 9 meses a menores de 2 anos de idade; pessoas com condições clínicas especiais (vivendo com HIV/AIDS; após término de tratamento com quimioterapia, doenças hematológicas, entre outras, após avaliação do serviço de saúde; e viajante internacional (com apresentação do comprovante de viagem no ato da vacinação).

É preciso ficar atento às contraindicações, a vacinação não é recomendada para todos, pois pode causar eventos adversos. Não recomendada para pacientes em tratamento de câncer, em pessoas com imunossupressão (redução da atividade ou eficiência do sistema imunológico), e pessoas com reação alérgica grave à proteína do ovo. Idosos só com liberação médica para receber a dose.

Vale ressaltar que os macacos não transmitem a febre amarela e também são vítimas da doença. O vírus é transmitido apenas pela picada de mosquitos silvestres. Quem encontrar macacos mortos ou doentes deve informar às secretarias de saúde.

PREVENÇÃO

VACINAÇÃO:

- Crianças: a partir dos 9 meses (6 meses em áreas de risco)

- Adultos não vacinados: uma dose

PARA EVITAR PICADAS

- Usar repelente (evitar os que também têm protetor solar)

- Aplicar o protetor antes do repelente

- Não usar repelentes em crianças com menos de 2 meses

- Evitar perfume em áreas de mata

- Vestir roupas compridas e claras (ou com permetrina)

- Usar mosqueteiros e telas

CONTROLE DO MOSQUITO

- Evitar água parada e tomar os mesmos cuidados da dengue, porque a risco de a doença ser contraída pelo Aedes aegypti (oque não acontece no Brasil desde 1942)

DISTÂNCIA DE ÁREAS DE RISCO

 

- Evitar áreas de mata com registros da doença; caso vá viajar a esses locais, tome a vacina ao menos dez dias antes