Jan 21, 2018 Last Updated 5:06 PM, Jan 19, 2018

Destaques

Light está com vagas para elet…

OPORTUNIDADE- A Light divulgou na quinta-feira (18), por meio das redes sociais...

Postos de vacinação contra a f…

FEBRE AMARELA – Aumentou o número de postos de vacinação de Seropédica que estar...

Protesto pela vacina da febre …

Moradores do bairro Vista Alegre fecharam rua da UBS pedindo vacina. A dose é of...

Baratas circulam em corredor do Hospital Municipal São Francisco Xavier

Imagens do telejornal Bom Dia Rio, da TV Globo, mostram baratas em corredor do HMSFX Imagens do telejornal Bom Dia Rio, da TV Globo, mostram baratas em corredor do HMSFX REPRODUÇÃO/TV GLOBO
Publicado em Cotidiano
Ler 285 vezes
Avalie este item
(1 Votar)

SUJEIRA- Imagens divulgadas pelo telejornal Bom Dia Rio da TV Globo, na manhã de ontem (2), mostram várias baratas no corredor do Hospital Municipal São Francisco Xavier, em Itaguaí.

Segundo funcionários, a unidade está totalmente abandonada e três salas do hospital já foram interditadas pela vigilância sanitária há menos de dois meses.

O deputado federal Alexandre Valle (PR), por meio de uma página nas redes sociais, também comentou o caso. “No primeiro dia útil do ano, acordamos com essa matéria. Triste a falta de gestão e compromisso público”, destacou o parlamentar de Itaguaí.

NOTA DA PREFEITURA

No final da tarde, desta terça-feira (2), a assessoria de comunicação da Prefeitura de Itaguaí encaminhou uma nota sobre o tema. Confira na integra:

“A Secretaria de Saúde de Itaguaí informa que foi feita uma vistoria no local das imagens divulgadas, e não foi constada a presença dos insetos. No entanto, todas as providências estão sendo adotadas para, se for necessário, corrigir qualquer problema existente no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX).

 

A secretaria esclarece ainda que não há qualquer problema na limpeza e higiene naquela unidade, que vem passando por reformas em vários setores, como o telhado, obra concluída no final de dezembro de 2017, emergência, banheiro, cozinha e infiltrações nas paredes. O hospital é acompanhado periodicamente pela Vigilância Sanitária.”