Jan 21, 2018 Last Updated 5:06 PM, Jan 19, 2018

Destaques

Light está com vagas para elet…

OPORTUNIDADE- A Light divulgou na quinta-feira (18), por meio das redes sociais...

Postos de vacinação contra a f…

FEBRE AMARELA – Aumentou o número de postos de vacinação de Seropédica que estar...

Protesto pela vacina da febre …

Moradores do bairro Vista Alegre fecharam rua da UBS pedindo vacina. A dose é of...

Embrapa disponibiliza sementes de feijão carioca para produtores

A Embrapa disponibiliza para agricultores sementes da cultivar feijão carioca A Embrapa disponibiliza para agricultores sementes da cultivar feijão carioca FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 510 vezes
Avalie este item
(0 votos)

AGRICULTURA A Embrapa desenvolveu a cultivar feijão carioca BRS FC402 e disponibiliza para agricultores que irão plantar a safra da seca, em fevereiro, ou se preparar para a semeadura da safra de inverno, a partir de abril/maio. A informação foi divulga na quarta-feira (20).

Esta cultivar de feijão, produzida pela Embrapa, tem como característica principal a resistência à maioria das raças de antracnose e à murcha de fusário, que são dois dos principais fungos que atacam a cultura. Além do uso das sementes, o produtor deve realizar a rotação de culturas, para o combate a ambas as doenças.

Segundo a Embrapa, a BRS FC402 possui estabilidade de produção em diferentes condições de cultivo e alto potencial produtivo, pode alcançar até 4,5 mil quilos por hectare em ambientes favoráveis.

Ainda de acordo com a empresa, esta cultivar tem como característica a uniformidade de grãos, com alto rendimento de peneira, ou seja, é um produto valorizado pela indústria. A expectativa é que este material se torne uma excelente opção para a rotação de cultivares, principalmente em substituição ao Pérola, um dos mais plantados atualmente.

A variedade é adaptada às principais regiões produtoras. Foi registrada para cultivo na época da seca em Mato Grosso do Sul e nos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul; na safra da seca e de inverno em Goiás, Espírito Santo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal; e para a época de inverno nos estados da Bahia, Mato Grosso e Tocantins.