Nov 22, 2017 Last Updated 1:15 PM, Nov 22, 2017

Itaguaí terá 7ª edição da Marcha para Jesus

Organizadores do evento aguardam cerca de 1000 pessoas no movimento Organizadores do evento aguardam cerca de 1000 pessoas no movimento FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 317 vezes
Avalie este item
(0 votos)

GOSPEL Está programada para a quarta-feira (15), a 7ª edição da Marcha para Jesus, evento interdenominacional previsto para começar às 17h, com saída do Ciep 300, na Avenida Piranema, sem número, no bairro Santana; e chegada no centro de Itaguaí. O tema da mobilização este ano é “Hosana, bendito o Rei que vem em nome do Senhor”. Coordenador do projeto, New Júnior explica que a ideia é unificar as igrejas da região em torno de propostas que contribuam para o combate à violência. “Não é normal uma cidade só ter notícias ruins para propagar. Os evangélicos da localidade devem se unir para orar por Itaguaí, independente da denominação”, ressalta.

Ao som de músicas gospel, o trio elétrico pretende arrastar não somente cristãos, mas todos que desejarem participar do movimento. Os organizadores esperam atrair cerca de mil pessoas num percurso de mais de três quilômetros, que tem como destino a Praça Vicente Cicarino. Ali, uma estrutura estará montada para receber integrantes de grupos como o Ministério Sei que Me Amas, Vaso de Barro, Monique Vitorino, Ministério Coral Servos e Ministério Asafe.

Após sete anos à frente da Marcha para Jesus em Itaguaí, New Júnior conta que no próximo ano vai transferir a coordenação do projeto para o Conselho de Líderes Jovens Interdenominacionais de Itaguaí. “A Marcha Para Jesus não é um evento feito apenas para os evangélicos. Seja ele assembleiano, batista, metodista... Ela é de todos, inclusive dos católicos. Cristo é um só. Fico feliz de passar essa responsabilidade para um conselho que abrange todas as denominações”, destaca o idealizador.

História

A Marcha Para Jesus é realizada em várias cidades do mundo há 28 anos.  No Brasil, o movimento foi iniciado pelos líderes da Igreja Renascer, apóstolo Estevam Hernandes e bispa Sônia Hernandes.  O evento faz parte do calendário oficial do país desde setembro de 2009, quando o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei Federal n° 12.025, que estabelece a marcha como uma celebração nacional.

 

As edições são realizadas em várias capitais do país e contam com o apoio de diversas igrejas evangélicas e denominações cristãs da Confederação das Igrejas Evangélicas Apostólicas do Brasil.

 

 

Renata Pires

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.