Nov 17, 2017 Last Updated 5:46 PM, Nov 17, 2017

Fórum vai discutir sustentabilidade no ambiente marinho

A BAÍA de Sepetiba, com suas características e ações é o foco das atenções do fórum A BAÍA de Sepetiba, com suas características e ações é o foco das atenções do fórum FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 602 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Ideia do evento é orientar pescadores e maricultores da Costa Verde, profissionais e especialistas da área ambiental

 

CONHECIMENTO Tiveram início na quarta-feira (8) e prosseguem até o dia 20 de novembro as inscrições para o “Fórum de Mar”, iniciativa voltada para o estímulo à conscientização sobre a importância da preservação do ambiente marinho.  O evento será realizado no dia 24 de novembro, das 9h às 12h, no Parque Estadual Cunhambebe, na Estrada da Cachoeira, s/nº, Vale do Sahy, em Mangaratiba. O público alvo é constituído por pescadores e maricultores da Costa Verde, profissionais e especialistas da área ambiental.

Para participar, é preciso se inscrever gratuitamente pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (21) 2700-4331, informando nome completo e os números da carteira de identidade e do CPF. “Como as vagas são limitadas, há possibilidade de serem preenchidas antes da data prevista para o término das inscrições. Por isso, orientamos aos interessados no tema a ficarem atentos”, alerta a analista ambiental da Vale, Ângela Araújo.

A assessoria de imprensa da Vale, informa que a programação envolverá café de boas-vindas; palestra sobre sustentabilidade no ambiente marinho, com o biólogo marinho Leonardo Zayas Fonseca; apresentação dos projetos de maricultura, de conservação do cavalo-marinho e do boto-cinza, desenvolvidos pela Fazenda Marinha da Vale; roda de conversa sobre o tema do evento e feira com exposição de peças de artesanato.

A Vale mantém na área operacional do Terminal da Ilha Guaíba, em Mangaratiba, a Fazenda Marinha, voltada para a educação ambiental e a capacitação dos moradores que dependem da pesca e para o monitoramento e repovoamento da fauna marinha da região. Entre as ações realizadas pela Fazenda Marinha estão a soltura de camarões da espécie F. Brasiliensis, o popular camarão-rosa, para estimular o aumento da fauna aquática da Baía de Sepetiba e também para garantir o sustento das comunidades de pescadores da região. A Fazenda Marinha também atua junto às comunidades pesqueiras oferecendo cursos de maricultura, dando origem a associações que hoje se dedicam à cultura de ostras, mexilhões e coquiles como fonte de renda. 

A Fazenda Marinha também oferece apoio aos maricultores formados no projeto com o intuito de fortalecer a implementação da atividade nas comunidades da região. Além de se beneficiar com os cursos as comunidades de Mangaratiba e região também podem visitar a sede e conhecer melhor os projetos e as ações ambientais da Vale nos terminais portuários. O espaço também serve como ferramenta para conscientizar os pescadores sobre a necessidade de respeitar a natureza para garantir a sustentabilidade de suas atividades.

Ainda como parte das atividades da Fazenda Marinha, a Vale está desenvolvendo um projeto inédito no mundo para a conservação do cavalo-marinho da espécie Hippocampus reidi, na Baía de Sepetiba. Com essa iniciativa, a Vale pretende aprimorar e disseminar o conhecimento dessa espécie, além de desenvolver técnicas para o seu cultivo. Também é foco do projeto tornar essa área um centro de referência em conservação de cavalos-marinhos no estado do Rio de Janeiro e no Brasil.

 

 

 

 

 

 

Última modificação em Sexta, 10 Novembro 2017 13:24